… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

3 de fevereiro de 1468 • Gutenberg, ‘a impressão é o último dom de Deus e o maior’


3 de fevereiro de 1468 Gutenberg, ‘a impressão é o último dom de Deus e o maior’
 Gutenberg numa gravura em cobre do século XVI.

João Gutenberg (ou Johannes Gensfleisch zur Laden zum Gutenberg), o inventor da impressão por tipos móveis, nasceu em 1398 e morreu neste dia, 3 de fevereiro de 1468, em Mogúncia (isto é, Mainz),  na Alemanha.

Depois de testar a sua invenção numas impressões menores, reproduziu a Bíblia (de 42 linhas), em latim, a partir de uma versão da Vulgata de São Jerónimo. Começou a imprimir nos finais de Setembro de 1452.
A sua obra maior, a Bíblia de Gutenberg (também conhecida como a Bíblia de 42 linhas), foi aclamada pela sua alta estética e qualidade técnica.

A invenção de Gutenberg mudou o mundo, por várias razões. Um delas, religiosa, pois deu aos Reformadores (que Gutenberg não conheceu) um óptimo meio de divulgação das suas ideias.

A Bíblia de Gutenberg, a chamada B 42 (“Bíblia de 42 linhas”, por ter precisamente duas colunas, de 42 linhas) foi impressa entre 1452 e 1455. Não se sabe ao certo em que dia começou a ser impressa, mas há quem aponte o dia 30 de setembro.
30 de setembro é o dia da morte de Jerónimo (de nome Eusebius Sophronius Hieronymus). Morreu no dia 30 de setembro de 429. Ora, Jerónimo foi o tradutor da Bíblia de grego para o latim vulgar. No Concílio de Trento em 1542, essa versão traduzida foi estabelecida como a versão oficial da Bíblia para a Igreja Católica.

A sua tradução da Bíblia foi geralmente seguida pelo mundo cristão até ao advento das bíblias da Reforma Protestante, é conhecida por “Vulgata”. E foi essa versão da Bíblia que Johannes Gutenberg imprimiu.

Lutero, nascido 31 anos depois da impressão da primeira Bíblia, disse da invenção do seu patrício: “A impressão é o último dom de Deus e o maior. Por seu intermédio, Deus quer dar a conhecer a verdadeira Religião a toda a terra e expandi-la em todas as línguas. É a chama que brilha antes da extinção do mundo”.

Pode ver aqui uma lista do paradeiro de cada um dos 49 exemplares da primeira Bíblia impressa que ainda existem. Um deles está na Biblioteca Nacional de Lisboa.

O sítio do Museu de Gutenberg, que fica (http://www.gutenberg-museum.de/116.0.html?&L=1) em Mogúncia (Alemanha), onde foi impressa a primeira Bíblia, apresenta a localização dos 49 exemplares deste livro. Um deles está na Biblioteca Nacional de Lisboa. Eis a lista do paradeiro de cada um dos 49 exemplares da primeira Bíblia impressa que ainda existem.

Bélgica
Mons: Bibliothèque municipale, 1 Bd., Papier.

Dinamarca
Kopenhagen: Kongelige Bibliotek, 1 Bd., Papier.

Alemanha
Aschaffenburg: Hofbibliothek, 2 Bd., Papier.
Berlin: Staatsbibl. Preuß. Kulturbesitz, 2 Bd., Pergament.
Frankfurt/Main: Stadt- u. Universitätsbibliothek, 2 Bd., Papier.
Fulda: Hess. Landesbibliothek, 1 Bd., Pergament.
Göttingen: Niedersächsische Staats- und Universitätsbibliothek, 2 Bd., Pergament.
Kassel: Kirchengemeinde Immenhausen, aufbewahrt in der Bereichsbibliothek Landesbibliothek und Murhardschen Bibliothek der Universitätsbibliothek Kassel. Leipzig: Universitätsbibliothek, 4 Bd., Pergament.
Mainz: Gutenberg-Museum, 2 Bd., Papier.
Mainz: Gutenberg-Museum, 1 Bd., Papier.
München: Bayerische Staatsbibliothek, 2 Bd., Papier.
Rendsburg: verkauft an Schloß Gottorf, davor Kirchengemeinde St. Marien, 1 Bd., Papier (Fragment).
Schweinfurt: Bibliothek Otto Schäfer, 1 Bd., Papier (Fragment).
Stuttgart: Württemb. Landesbibliothek, 2 Bd., Papier.
Trier: Stadtbibliothek, 1 Bd., Papier.

França
Paris: Bibliothèque Mazarine, 2 Bd., Papier.
Paris: Bibliothèque Nationale, 2 Bd., Papier.
Paris: Bibliothèque Nationale, 4 Bd., Pergament.
Saint Omer: Bibliothèque communale, 1 Bd., Papier.

Grã-Bretanha
Cambridge: University Library, 2 Bd., Papier.
Edinburgh: National Library, 2 Bd., Papier.
Eton: Eton College Library, 2 Bd., Papier.
London: British Library, 2 Bd., Papier.
London: British Library, 2 Bd., Pergament.
London: Lambeth Palace Library, 1 Bd., Pergament.
Manchester: John Rylands Library, 2 Bd., Papier.
Oxford: Bodleian Library, 2 Bd., Papier.

Vaticano
Vatikan: Biblioteca Apostolica Vaticana, 1 Bd., Papier.
Vatikan: Biblioteca Apostolica Vaticana, 2 Bd., Pergament.

Japão
Tokio: Keio-University (vorher: Maruzen Company), 1 Bd., Papier.

Áustria
Wien: Österreichische Nationalbibliothek, 2 Bd., Papier.

Polónia
Pelplin: Bischöfliches Priesterseminar, 2 Bd., Papier.

Portugal
Lissabon: Biblioteca Nacional, 2 Bd., Papier.

Rússia
Moskau: Leipziger Exemplar, Standort: Russische Staatsbibliothek (ehem. Lenin-Bibliothek), 2 Bd., Pergament.
Moskau: Leipziger Exemplar, Standort: Bibliothek der Lomonosow-Universität, 2 Bd., Papier.

Suíça
Cologny: Bibliotheca Bodmeriana, 2 Bd., Papier.

Espanha
Burgos:Biblioteca Pública del Estado, 2 Bd., Papier.
Sevilla: Biblioteca Universitaria y Provincial, 1 Bd., Papier.

Estados Unidos da América
Austin/Texas: Harry Ransom Humanities Center, University of Texas, 2 Bd., Papier.
Cambridge/Mass.: Widener Library, Harvard Univ., 2 Bd., Papier.
New Haven/Conn.: Beinecke Library, Yale Univ., 2 Bd., Papier.
New York/N.Y.: Pierpont Morgan Library, 2 Bd., Papier.
New York/N.Y.: Pierpont Morgan Library, 1 Bd., Papier.
New York/N.Y.: Pierpont Morgan Library, 2 Bd., Pergament.
New York/N.Y.: Public Library, 2 Bd., Papier.
Princeton/N.J.: John H. Scheide Library, 2 Bd., Papier.
San Marino/Calif.: Huntington Library, 2 Bd., Pergament.
Washington/D.C.: Library of Congress, 3 Bd., Pergament.


****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: