… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 16 de março de 2017

16 de março de 1895 • John Albert Broadus, um pregador extraordinário

16 de março de 1895John Albert Broadus,
 um pregador extraordinário
Em 24 de janeiro de 1827, nasceu o quarto e o mais jovem filho de Edmundo e de Nancy Broadus, numa família cristã. John Albert Broadus foi o líder batista de maior influência na história dos Estados Unidos da América. Sendo salvo numa campanha de avivamento aos de dezasseis anos, planeou estudar medicina na Universidade da Virgínia, porém um sermão de S. M. Poindexter desafiou-o a que se rendesse à chamada do ministério cristão. Ainda assim, entrou na universidade em 1846, e em 1850 recebeu um Mestrado em Artes. Logo depois da sua graduação foi professor de grego e de latim na Universidade da Virgínia e simultaneamente assumiu também o pastorado da Igreja Baptista de Charlottesville. No ano seguinte renunciou à sua posição de professor, e dedicou-se totalmente ao pastorado na igreja durante os seguintes anos, excepto durante dois anos, em que foi capelão da Universidade. Em 1857 reuniu-se com outros quatro crentes para fundar um novo seminário para os Baptistas no Sul. Este, o Seminário Teológico Baptista do Sul, foi formalmente inaugurado em 1858, e em 1859 Broadus começou a ser professor deste novo seminário; e, posteriormente, veio a ser o segundo presidente desta mesma instituição. Apesar de receber muitas ofertas para pastorear várias igrejas locais, ele fez do seminário o trabalho da sua vida, acabando por ensinar ali durante trinta e seis anos. Quer fosse a pregando, ou ensinando, era notado por estar disposto a declarar verdades profundas duma maneira simples, em que todos o podiam entender claramente, e enfatizou a importância disso aos seus estudantes, candidatos ao ministério cristão. O seu livro “Um Tratado na Preparação e na Entrega de Sermões” tem sido um clássico sobre o tema desde a sua publicação. Logo após a sua fundação o Seminário Teológico Baptista do Sul tinha só sete alunos. E o Dr. Broadus só tinha um daqueles alunos na sua classe de homilética - e aquele aluno era cego! Mas, para aquele aluno cego, o Dr. Broadus preparou o seu livro de ensino “Preparation and Delivery of Sermons”, (Um Tratado na Preparação e na Entrega de Sermões), que ainda hoje está em uso! (E falamos nós HOJE de escola inclusiva em Portugal!?!) O seu estudo fiel da Bíblia influenciou literalmente milhares de pregadores jovens. No auge da sua popularidade e utilidade, foi chamado para o seu lar, no Céu, neste dia, 16 de março de 1895. A sua influência exerceu uma grande edificação da fé batista entre as igrejas (=denominações) norte-americanas. A sua paixão pelas almas levou-o a fundar o “Southern Baptist Theological Seminary”, o Seminário Teológico Baptista do Sul. Os Seus principais pilares confessionais foram a autoridade da Palavra e o zelo pela pregação. Segundo Charles Spurgeon, Broadus foi um dos “maiores” pregadores do Evangelho do século XIX.

 Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: