… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

17 de outubro de 1901 • Vance H. Havner, um pregador do Evangelho


17 de outubro de 1901 Vance H. Havner, 
um pregador do Evangelho

Em todas as épocas, Deus tem abençoado a Sua igreja levantando santos consagrados para a servir de forma única e eficaz. Sem dúvida alguma, um dos indivíduos mais utilizados por Deus nos últimos anos foi o falecido Vance Houston Havner. Com um ministério fecundo através da pregação e da publicação de muitos livros, que durou mais de 70 anos, Vance Havner expôs duma maneira muito eficaz a verdade da Palavra de Deus. Um testemunho da sua influência duradoura é visto nas frequentes citações que são feitas por escritores Cristãos e pelos Cristão em geral e por todo o lado das obras do Dr. Havner. O seu ministério influente foi o resultado de uma caminhada íntima com Cristo, e por isso serve como uma lição, para os crentes de hoje.

Vance Havner nasceu no dia de hoje, 17 de outubro de 1901, na localidade de Jugtown, na parte ocidental da Carolina do Norte. Ele começou a pregar aos doze anos e foi ordenado aos 15. Nas suas sete décadas de ministério, pregou mais de 14 000 sermões. As suas ilustrações coloridas e verdades claras foram a marca registada deste homem. Ele é autor de 38 livros cheios de humor e de sabedoria. Apesar do seu ministério o ter levado às grandes cidades em todo os Estados Unidos, o Dr. Havner manteve o seu amor pelos caminhos calmos e simples do seu passado rural.

A sua experiência académica começou em Hog Hill, na escola local de Jugtown. Mais tarde, frequentou escolas, tais como South Fork Institution e Boiling Springs High School, que mais tarde se tornaria no Garner-Webb College. Ele também estudou em Catawba College, em Wake Forest University e no Moody Bible Institute.

Mesmo havendo feito grandes aprendizagens em várias instituições, contudo Vance Havner foi em grande parte um auto didata, alguém que cuidava da sua eduçação premanentemente.

Quando ele era jovem, a sua família reunia-se na antiga Corinth Baptist Church e, muitas vezes, os pregadores que lá iam pregar hospedavam-se no lar da família Havner. O jovem Vance assistia certamente às discussões teológicas que seriam uma parte das conversas desses pregadores visitantes na sua casa, e essas discussões e conversas ouvidas nesses tempos, tiveram, sem dúvida muita influência sobre ele. Porém, grande parte do desenvolvimento espiritual de Vance Havner aconteceu apenas quando ele começou a ter um tempo reservado a sós com Deus. Vance gostava de passear na natureza, e foi numa floresta, era ele ainda um menino, quando ele abriu o seu coração a Cristo. O seu amor a Deus e o conhecimento da Escritura manifestou-o ele numa idade muito jovem. Isto aconteceu quando ele era criança, pois fazia habitualmente bandas desenhadas de histórias da Bíblia à mão, em que criava as gravuras e os textos. Refletindo sobre a sua chamada para o ministério cristão, o Dr. Havner conclui que: “Nunca conheci um tempo em que eu não quissese pregar. Sempre anelei fazê-lo.”

A primeira igreja pastorada pelo Dr. Havner foi a Salem Baptist Church em Weeksville, NC. O primeiro dos seus 38 livros que escreveu, “By the Still Waters” foi publicado publicado nessa ocasião. Em 1934, mudou-se para a Primeira Igreja Batista, em Havner Charleston, SC. Depois disto, mais tarde, ele iniciou um ministério itinerante de evangelismo e de conferencista.

À medida que este seu ministério itinerante se desenvolvia, Haver tornou-se conhecido cada vez mais, até se tornar num ministro Cristão conhecido nacionalmente nos Estados Unidos, contudo, apesar destas luzes da ribalta, o Dr. Havner sempre foi um ministro humide, a quem Deus dirigiu, independentemente do tamanho da igreja ou do auditória a quem entregava a palavra de Deus. A sua simpatia e influência transcenderam as linhas denominacionais e a todas elas expôs ele o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.

Além de pregar em muitas das mais influentes igrejas dos Estados Unidos América, o Dr. Havner era, além disso, um um grande orador, sendo por isso convidado muitas vezes para realizar conferências em lugares tais como o Moody Bible Institute, em Chicago. Ele habitualemte falava nas reuniões da Convenção Batista do Sul dos Estados Unidos, tanto nas estaduais como nas nacionais. O Dr. Havner tanto pregava nas igrejas como nas faculdades teológicas como era o caso da Citadel, Columbia Bible College (agora Columbia International University), da Liberty University, do Southeastern Baptist Seminary e do Garner-Webb College.

Quando Vance H. Havner realizava uma série de conferências no Florida Bible Institut, em 1939, conheceu aquela com quem se casou em 1940, Sara Allred. Uma Cristã dedicada, que foi uma fiel adjutora no ministério do seu marido. Durante 33 anos, o Dr. e Sra. Havner viajaram juntos para muitos trabalhos do Senhor, e o seu laborrendeu muitos frutos. Milhares de pessoas nasceram de novo em avivamentos e serviços evangelísticos onde Vance Havner pregou. Milhares de pessoas foram e têm sido impactadas através dos muitos livros que Vance Havner teve oportunidade de escrever. Alguns deles são “Why Not Just Be Christians?”, “Pepper 'N Salt”, “Playing Marbles With Diamonds”, “Hearts Afire”, “Peace In the Valley”, “Pleasant Paths”, “On This Rock I Stand”, e muitos outros. Após a morte da Sra. Havner em 1973, Vance Havner escreveu “Though I Walk Through the Valley”, um livro que tem sido um grande conforto para muitas pessoas enlutadas. O Dr. Havner escreveu carinhosamente de Sara, a sua falecida esposa “Que ministérios inumeráveis era levou a cabo como esposa, como dona de casa e como minha companheira!”

Como reconhecimento das suas grandes contribuições para a comunidade cristã choveram grandess elogios de muitas partes, porém Vance Havner ministrava apenas para a glória de Deus. Em 1973, ele foi eleito o “Pregador do Ano”, pela Billy Graham Evangelistic Association. Líderes de muitas denominações protestantes chamaram a Havner, “The Dean of America's Revival Preachers.” O seu sentido de humor único tornava-o querido de muitos crentes, e Havner podia escolher as palavras certas para expressar uma verdade como nenhum outro comunicador. Ele era realmente um pregador do Evangelho dotado de uma extraordinária capacidade de comunicação. Quando Vance esteve hospitalizado nos finais do ano de 1970, numa visita que lhe fez no Hospital, Billy Graham, disse-lhe com muita sinceridade: “Ainda não se pode retirar do trabalho do Senhor! Ainda não pode ir para casa! Nós, pregadores, necessitamos de mais sermões entregues por si!”

A percepção e a habilidade de comunicação do Dr. Havner é evidenciado em frases como as seguintes:

“Nós somos o sal da terra e não o açúcar. O nosso dever é realmente o de limpar e não apenas o de lhe alterar o sabor.”

“Muitas igrejas começam às onze horas em ponto, e terminam às doze horas, sem brilho.”

“Muitos membros da igreja estão incertos acerca do que creêm, enquanto que muitos outros não são abaladas por aquilo que crêm.”

“Alguns pregadores deveriam colocar mais fogo nos seus sermões, ou mais sermões no fogo.”

“A igreja é um hospital para pecadores, e não um museu para santos.”

Quando perguntado sobre os deveres de um ministro, Havner espondeu de imediato disse uma vez, “O pregado deve confortar o aflito e afligi o auto suficiente.”

Durante o seu ministério, Vance Havner viveu e pregou que um Cristão deve apresentar fidelidade a Jesus em todas as áreas da vida. Ele ensinou que o cristão deve dar atenção a “a viver no exterior o Cristo vivo que habita nele.” Havner escreveu: “Para muita gente, o Cristianismo é um argumento. Para muitos mais, é uma representação teatral. Para alguns, é uma experiência.”

Ao longo de mais de 70 anos, a igreja de Deus foi abençoada e desafiada pelo ministério de Vance Havner. Embora o Dr. Havner tenha partido para o Lar Celestial em 1986, a sua influência entre os Cristãos continua. O seu ministério foi um testemunho da maneira como Deus pode usar uma vida que Lhe é rendida totalmente para tocar espiritualmente muitas outras vidas.

****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: