… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 30 de outubro de 2016

30 de outubro de 1821 • Fiódor Dostoiévski, o grande romancista russo


30 de outubro de 1821 Fiódor Dostoiévski, o grande romancista russo
Fiódor Dostoiévski, fotografado em 1879

Nascimento de Fiódor Dostoiévski, (no do antigo calendário). Ele foi autor de “Crime e Castigo”, “Os Irmãos Karamozov”, “O Idiota”, “Notas do Subterrâneo” e de outras novelas. Os seus escritos refletem a sua fé ortodoxa russa, e reconhece a dependência do homem na graça de Deus para a salvação. (Tolstói, seu rival na grandeza literária, e também um pensador religioso, nunca parece ter compreendido o conceito de graça.) Dostoiévski, que sofreu de graves comportamentos compulsivos, no entanto, tornou-se um conselheiro espiritual para a Rússia.

Na sua lápide tumular pode-se ler os seguintes versos de São João, que também serviu como subtítulo do seu último romance, “Os Irmãos Karamazov”: “Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.” — Evangelho segundo João, 12:24 (Almeida Corrigida e Revisada Fiel, 1994)

Fiódor Mikhailovich Dostoiévski (Moscovo, 30 de outubro c. juliano/11 de novembro de 1821 — São Petersburgo, 28 de janeiro (c. juliano)/9 de fevereiro de 1881) – ocasionalmente grafado como Dostoievsky – foi um escritor russo, considerado um dos maiores romancistas da literatura russa e um dos escritores mais inovadores de todos os tempos.

****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: