… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 18 de maio de 2017

18 de maio de 1808 • Jacob Albright seguiu os seus filhos para o Lar Celestial

18 de maio de 1808 Jacob Albright 
seguiu os seus filhos para o Lar Celestial

Uma tragédia pessoal, às vezes, obriga-nos a parar e a darmos uma olhadela nas nossas vidas. Pelo menos foi assim que aconteceu com Jacob Albright. Um fabricante de telhas, ele tinha-se estabelecido com a sua esposa, Catherine Cope, em Fry's Mill, na Pensilvânia, nos Estados Unidos da América.

Em 1790, vários dos seus filhos morreram de disenteria. Conquanto os Albrights estivessem associados a uma igreja luterana próxima, Catherine pediu a um evangelista da Igreja Reformada para pregar no funeral. Jacob Albright foi tão profundamente tocado pelo sermão que logo em seguida procurou um relacionamento pessoal com Cristo.



A sua fé cresceu, enquanto lia a Bíblia e orava. Adam Reigel, dos Irmãos Unidos, e um vizinho metodista, chamado Isaac Davies, ajudaram Albright a aprofundar-se nas verdades cristãs. Albright tornou-se convencido de que Deus queria que ele dissesse aos outros que eles também poderiam ter amizade com Jesus Cristo. Em outubro de 1796 ele começou a pregar, viajando na região, e conversando com outras pessoas de língua alemã. Estas abriram-lhe as suas casas e ele ensinou-as. Dentro de quatro anos, ele tinha três pequenas igrejas em casas particulares com cerca de vinte adoradores. Após sete anos, havia quarenta crentes. Albright modelou os seus pequenos grupos como os similares grupos metodistas.



Para dizer a verdade, Albright estava ansioso para que os seus convertidos se tornassem parte da Igreja Metodista. Deste modo, ele pediu ao líder metodista Francis Asbury [(20 de agosto de 1745 - 31 de março de 1816) foi um dos dois primeiros bispos da Igreja Metodista Episcopal, agora a Igreja Metodista Unida nos Estados Unidos da América], para fornecer um ancião de língua alemã para que ministra-se aos crentes alemães. Mas Asbury queria que todos os pastores metodistas fossem capazes de trocar os púlpitos, isto é, fossem capazes de pregar em todas as igrejas. E por isso ele rejeitou a ideia.



Albright, em seguida, associou os seus seguidores num grupo que ficou conhecido como o "Dutch Methodists" (Metodistas Holandeses). Em 1807, estes escolheram-no como seu primeiro bispo. Posteriormente o grupo adoptou o nome de “Evangelical Association” (Associação Evangélica). Ainda mais tarde, eles tornaram-se na “Evangelical Church” (Igreja Evangélica) e em 1946 fundiram-se com os “United Brethren in Christ” (Irmãos Unidos em Cristo) formando os “United Evangelical Brethren in Christ” (Irmãos Evangélicos Unidos em Cristo). Ainda outra fusão teve lugar e finalmente uniram-se com os metodistas.



Albright morreu de tuberculose e de exaustação, neste dia, 18 de maio de 1808, apenas um ano depois de se tornar bispo. Mas o trabalho que ele tinha começado cresceu aceleradamente. Em 1890, havia cerca de 150 mil membros da Associação Evangélica que ele havia fundado.



Jacob Albright ou Jakob Albrecht, nascido a 1 de maio de 1759, foi um líder cristãonorte-americano, fundador do Povo Albright (Die Albrechtsleute), que foi chamado oficialmente como a Associação Evangélica (Evangelische Gemeinschaft), em 1816. Esta Igreja sofreu várias fusões e cisões e hoje é uma parte da Igreja Metodista Unida.




****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: