… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

12 de janeiro



Oswald Chambers
My Utmost for His Highest
12 de janeiro ALGUMA VEZ ESTIVE A SÓS COM DEUS? (1)

“Tudo declarava em particular aos Seus discípulos.” (Mc 4:34, ARC, Pt)


O nosso isolamento com Ele. Jesus não nos leva para o lado e nos explica as coisas a nós, o tempo todo; Ele explica-nos as coisas a nós, conforme somos capazes de compreendê-las. As vidas dos outros são exemplos para nós, mas Deus pede que examinemos as nossas próprias almas. É um trabalho lento— tão lento que toma a Deus todo o tempo e a eternidade para fazer um homem ou uma mulher conforme o Seu propósito. Nós só podemos ser usados por Deus, depois que Lhe permitimos que Ele nos mostre as áreas profundas, e escondidas do nosso próprio caráter. É espantoso o quanto somos ignorantes acerca de nós mesmos! Nós nem sequer reconhecemos a inveja, a preguiça, ou o orgulho dentro de nós, quando as vemos. Mas Jesus revelar-nos-á tudo o que temos guardado dentro de nós mesmos antes da Sua graça começar a operar. Quantos de nós temos aprendido a olharmo-nos interiormente, com intrepidez?

Nós temos de nos livrar da ideia de que nós nos entendemos a nós mesmos. Este é sempre o último pedaço de orgulho a ir-se embora. Deus é o único que nos compreende. A maior maldição na nossa vida espiritual é o orgulho. Se alguma vez tivemos um vislumbre do que somos à vista de Deus, nunca diremos: “Ah, eu sou tão indigno.” Nós entendemos que é assim, sem necessidade de Lho dizer. Mas, enquanto há qualquer dúvida de que somos indignos, Deus continuará a cercar-nos até que nos achamos a sós com Ele. Sempre que há qualquer elemento de orgulho ou vaidade restante, Jesus não nos pode ensinar nada. Ele permitir-nos-á experimentar o sofrimento ou a decepção que sentimos quando o nosso orgulho intelectual está ferido. Ele revelará numerosas afeições ou desejos inapropriados— coisas sobre as quais nunca pensamos que Ele teria de nos levar a estarmos a sós com Ele. Muitas coisas nos são mostradas, muitas vezes sem efeito. Mas quando Deus nos fala a sós acerca delas, estas serão claras para nós.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: