… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

13 de janeiro


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
13 de janeiro

“O que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora.” (Jo 6:37, ARC, Pt)

Há algum exemplo do nosso SENHOR ter lançado fora a alguém que fosse ter com Ele? Se há, nós gostaríamos de conhecê-lo; porém, nunca o houve e nem jamais o haverá. Entre as almas perdidas no Inferno não há uma só que possa dizer: “Eu fui a Jesus, e Ele rejeitou-me.” Não é possível que tu ou eu sejamos os primeiros a quem Jesus não lhes cumpra a Sua palavra. Não nutramos uma dúvida tão difícil de entender.

Suponhamos que vamos a Jesus, agora, com os nossos males de hoje. Oh, disto podemos estar seguros—Ele não nos recusará audiência, nem nos lançará fora. Aqueles de nós que a Ele temos ido muitas vezes, e os que ainda nunca foram—vamos juntos, e veremos que Ele não fechará a porta da Sua graça, na cara de nenhum de nós.

“Este recebe pecadores,”não obstante, Ele não repulsa ninguém. Vamos a Ele em debilidade e com pecado, com fé trémula, escasso conhecimento, e fracas esperanças; porém, Ele não nos lança fora. Vamos pela oração, e essa oração é imperfeita; com confissão, e essa confissão é deficiente; com louvor, e esse louvor não corresponde ao Seus méritos; todavia, Ele nos receberá. Vamos enfermos, polutos, esgotados, e sem mérito; porém Ele, de modo nenhum, não nos lança fora. Vamos hoje a Ele, de novo, que jamais nos lança fora.



 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

1 comentário:

lui disse...

Glórias a Deus ,que não nos lança fora! Não nos rejeita, embora mereçamos.Sua Graça que estende a nós,melhor é do que a própria vida.Há regozijo em meu coração por Seu Grande e inexplicável Amor!