… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 14 de janeiro de 2017

14 de janeiro

Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest

14 de janeiro  CHAMADOS POR DEUS


“Ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.” (Is 6:8, ARC, Pt)

Deus não dirigiu especificamente a Sua chamada a Isaías— Isaías ouviu Deus dizendo: “... Quem há de ir por nós?” A chamada de Deus não é apenas para uns poucos de escolhidos, mas para toda a gente. Se eu ouço a chamada de Deus ou não, depende da condição dos meus ouvidos, e o que eu ouço exatamente depende da minha atitude espiritual. “Muitos são chamados, mas poucos escolhidos” (Mt 22:14). Isto é, poucos provam que eles são os escolhidos. Os escolhidos são aqueles que começaram um relacionamento com Deus através de Jesus Cristo e cuja condição espiritual há sido mudada e os seus ouvidos abertos. Então, eles ouviram “a voz do Senhor” continuamente perguntando, “... Quem há de ir por nós?” De qualquer maneira, Deus não escolhe alguém e lhe diz:” Agora, vais tu.” Ele não forçou a Sua vontade sobre Is. Is estava na presença de Deus, e ele ouviu a chamada. A sua resposta, levada a cabo em completa liberdade, só poderia ser, dizendo: “Eis-me aqui, envia-me a mim.”

Tira da tua mente o pensamento de esperares que Deus venha a obrigar-te ou a suplicar-te. Quando nosso Senhor chamou os Seus discípulos, Ele chamou-os sem nenhuma pressão irresistível exterior. A suave, ainda que veemente insistência do seu “Vinde após Mim” foi dita a homens que tinham todos os sentidos receptivos (Mt 4:19). Se permitimos que o Espírito Santo nos apresente face a face com Deus, também nós ouviremos o que Is ouviu, “a voz do Senhor.” Em perfeita liberdade também nós diremos: “Eis-me aqui, envia-me a mim.




Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: