… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

23 de janeiro



C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
23 de janeiro

E porá a sua mão sobre a cabeça do holocausto, para que seja aceito por ele, para a sua expiação.” (Lv 1:4, ARC, Pt)

Se ao pôr a sua mão sobre o novilho, este tornava-se o sacrifício do oferente, quanto mais não será Jesus o nosso sacrifício, quando pomos sobre Ele, a mão da fé?

“A minha fé, na verdade, a sua mão põe
Sobre essa Tua amada cabeça,
Enquanto como penitente estou,
E ali confesso o meu pecado.”

Se um novilho podia ser aceite em lugar de uma pessoa para fazer expiação por ela, quanto mais não será o SENHOR Jesus a nossa propiciação plena e toda suficiente? Alguns queixam-se da grande verdade da substituição; mas, para nós, é a nossa esperança, o nosso júbilo, a nossa jactância e  o nosso tudo. Jesus é aceite em nosso lugar, para fazer expiação por nós, e nós somos “aceites no Amado”. Que o leitor tenha o cuidado de pôr imediatamente a sua mão sobre o sacrifício consumado do SENHOR, para que, aceitando-o, possa obter o seu benefício. Se já o fez uma vez, que o faça outra vez. Se nunca o fez, que estenda a sua mão, sem demorar-se um momento. Jesus é teu agora se O quiseres ter. Apoia-te nEle —apoia-te com todas as tuas forças nEle— e Ele é teu, não tenhas a menor dúvida; estás reconciliado com Deus, os teus pecados são apagados, e tu pertences ao SENHOR.

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: