… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 28 de janeiro de 2017

28 de janeiro



Oswald Chambers
My Utmost for His Highest

28 de janeiro  COMO PÔDE ALGUÉM PERSEGUIR TANTO A JESUS!


Saulo, Saulo, por que me persegues?” (At 26:14, ARC, Pt)

Estás empenhado em seguir a Deus à tua maneira? Nunca nos livraremos desta armadilha até que nos leve à experiência do batismo “com o Espírito Santo e com fogo” (Mt 3:11). A obstinação e a teimosia sempre trespassam a Jesus Cristo. Talvez não firam a ninguém mais, mas ferem o Seu Espírito. Sempre que somos obstinados e voluntariosos e nos empenhamos nas nossas próprias ambições, ferimos a Jesus. Cada vez que defendemos os nossos direitos e persistimos em que não vamos ceder, estamos perseguindo a Jesus. De cada vez que insistimos na nossa dignidade, estamos entristecendo e perturbando o Seu Espírito de modo sistemático. E, quando finalmente entendemos que é a Jesus a quem estivemos perseguindo o tempo todo, isto converte-se na mais entristecedora revelação.




É a Palavra de Deus muito penetrante e cortante em mim quando ta transmito, ou a minha vida trai o que ensino? Posso dar lições sobre a santificação, e, mesmo assim, manifestar o espírito de Satanás, o mesmo espírito que persegue a Jesus Cristo. O Seu Espírito só está consciente de uma coisa: a perfeita unidade com o Pai. Ele diz-nos: “Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas”, Mt 11:29. Tudo o que faço deveria ter como base uma perfeita unidade com Ele e não a determinação voluntariosa de ser piedoso. Isto implica que as pessoas facilmente podem aproveitar-se de mim, andar ao redor de mim, ou ignorar-me por completo; mas, se me submeto a estas circunstâncias por causa dEIe, impedirei que Jesus Cristo seja perseguido.

 

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: