… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

30 de janeiro



C. H. Spurgeon

Leituras Matutinas

30 de janeiro
“E há de ser que, ouvindo tu um estrondo de marcha pelas copas das amoreiras, então te apressarás.” (2Sm 5:24, ARC, Pt)

Os membros da Igreja de Cristo têm de ser muito piedosos, procurando sempre que a unção do Santo repouse sobre os seus corações, para que o reino de Deus venha e “seja feita a Tua vontade, tanto na Terra como no Céu.” Porém, há ocasiões quando Deus parece favorecer a Sião de uma maneira especial; essas ocasiões devem ser para eles como “um estrondo de marcha pelas copas das amoreiras.” Nesses casos é necessário que sejamos duplamente piedosos, duplamente zelosos, lutando ante o trono da graça mais intensamente do que nunca. A acção nestes casos deve ser pronta e vigorosa. A maré cresce; rememos agora para a costa, corajosamente. Quem me dera o derramamento de um novo Pentecostes! Cristão, em ti mesmo há ocasiões quando “ouvindo tu um estrondo de marcha pelas copas das amoreiras, então, te apressarás.” Tens um poder peculiar na oração; o Espírito de Deus dá-te gozo e contentamento; a Bíblia é clara para ti; as promessas são apropriadas; caminhas à luz da presença de Deus; tens uma confiança peculiar e liberdade na devoção e uma comunhão muito íntima com Cristo. Então, nessas gozosas ocasiões, “Ouvindo tu um estrondo de marcha pelas copas das amoreiras”, é tempo para te apressares. Agora, enquanto o Espírito Santo ajuda a tua fraqueza, é tempo propício para que te libertares de qualquer mau hábito. Desfralda as velas da tua nave, porém, lembra-te do que por vezes cantavas -

“Apenas posso desfraldar a vela;
Tu! Tu! Podes soprar a auspiciosa brisa suave.’

Unicamente deves estar seguro de que as velas estão içadas. Não deixes escapar o vento favorável por não teres preparado o velame de antemão. Busca a ajuda de Deus para que sejas mais diligente no dever, quando fores mais fortalecido na fé; para que sejas mais constante na oração, quando tiveres mais liberdade ante o trono, e para que sejas mais santo na tua conversação enquanto vivas mais perto de Cristo.





Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: