… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

20 de janeiro



Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon


 20 de janeiro O DEUS DAS ESCRITURAS

“Não erreis; Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso, também, ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.” (Gl 6:7-8, ARC, Pt)

E agora nós declaramos que o Deus da Sagrada Escritura é um Deus de justiça inflexível; Ele não é o Deus que alguns de vós adorais. Vós adorais um deus que tolera os grandes pecados; vós acreditais num deus que chama aos vossos crimes pecadilhos e pequenas faltas Alguns de vós adorais um deus que não pune o pecado, mas que é tão debilmente misericordioso, e tão impiedosamente débil, que Ele deixa acontecer a transgressão e a iniquidade e nunca ordena uma punição. Vós credes num deus que, se um homem peca, não exige castigo pela sua ofensa. Vós pensais que algumas boas obras da vossa parte O apaziguará, que Ele é tão fraco como governante que algumas boas palavras proferidas diante dEle em oração terão o mérito suficiente para reverter a sentença, se é que vós, de facto, credes que Ele jamais profere uma sentença, de modo algum. O vosso deus não é Deus; ele é um deus tão falso como o deus dos gregos ou da antiga Nínive. O Deus da Bíblia é aquele que é inflexivelmente severo na justiça e não tem por inocente o culpado. “O Senhor é tardio em irar-Se, mas grande em força, e ao culpado não tem por inocente” (Na 1:3 ARC, Pt). O Deus da Bíblia é um governante que, quando os Seus súbditos se rebelam, assinala o seu crime e nunca lhos perdoa até que Ele os tenha castigado, quer seja a eles mesmos ou a um substituto deles.


A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Gn 21-24


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: