… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

10 de janeiro



C. H. Spurgeon 
Livro de Cheques do Banco da Fé
10 de janeiro
“O que regar também será regado.” (Pv 11:25, ARC, Pt)

Se eu considerar cuidadosamente os outros, Deus me considerará a mim, e de uma maneira ou outra, me recompensará. Se eu considerar o pobre, o SENHOR me considerará a mim. Se eu cuidar das crianças, o SENHOR tratar-me-á como Sua criança. Se eu alimentar o Seu rebanho, Ele alimentar-me-á a mim. Se eu regar o Seu jardim, Ele fará da minha alma um jardim regado. Esta é a própria promessa do SENHOR; que eu seja cuidadoso a cumprir as Suas condições e então poderei esperar o seu cumprimento.


Poderei preocupar-me comigo até me tornar mórbido; poderei vigiar os meus próprios sentimentos até que nada sinta; e poderei lamentar a minha própria debilidade até ficar muito fraco para me lamentar. Será para mim muito mais vantajoso ser desinteressado, e por amor ao meu SENHOR Jesus, começar a importar-me com as almas daqueles que me rodeiam. O meu tanque está-se esvaziando; não tem chovido recentemente para enchê-lo; o que farei? Vou tirar-lhe a rolha, e vou deixar que o seu conteúdo se esgote para regar as plantas que murcham ao meu redor. O que vejo? A minha cisterna parece encher-se à medida que a água vai saindo dela. Um manancial secreto está brotando. Enquanto tudo estava estagnado, o novo manancial estava cerrado; porém, quando a minha água reservada sai para regar os outros, o SENHOR pensa em mim. Aleluia!



 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: