… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 15 de janeiro de 2017

15 de janeiro



C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
15 de janeiro

“Faze como tens falado.” (2Sm 7:25, ARC, Pt)

AS promessas de Deus nunca foram destinadas a ser postas de lado como papel velho. Deus determinou que elas fossem usadas. O ouro de Deus não é a moeda do avaro, mas é ouro cunhado para negociar. Nada agrada mais ao Senhor do que ver as Suas promessas postas em circulação. Ele gosta quando vê que os Seus filhos Lhe apresentam as promessas e Lhe dizem: “Senhor, faze como tens falado.” Glorificamos a Deus quando solicitamos o cumprimento das Suas promessas. Pensas que Deus ficará mais pobre por te dar as riquezas que Ele te há prometido? Que será menos santo por te dar santidade, ou menos puro por te lavar dos teus pecados? Ele há dito: “Vinde, então, e argui-me, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.” A fé, ao lançar mão da promessa de perdão, não se entretém dizendo: “Esta é uma preciosa promessa; queria saber se ela é verdadeira?” mas ela vai directamente ao trono e apresenta-a, dizendo: «Senhor, aqui está a promessa, ‘Faze como tens falado.’» Nosso Senhor responde: “Seja isso feito para contigo, como tu desejas.” Quando um Cristão acha uma promessa, se ele não a levar a Deus, ele desonra-O; mas, quando ele se apressa a ir ao trono da graça, e clama: «Senhor, eu não tenho nada que me recomende, excepto isto: ‘Tu o hás dito’», então o que ele deseja lhe será concedido. O nosso Banqueiro celestial deleita-Se em pagar as Suas próprios notas promissórias. Nunca permitas que a promessa se enferruge. Tira a palavra de promessa da bainha e esgrime-a com violência santa. Não penses que o Senhor Se incomodará porque tu Lhe recordes importunamente as Suas promessas. Agrada-Lhe ouvir os gritos fortes das almas necessitadas. Ele deleita-Se em dar bênçãos. Deus está mais pronto a ouvir do que tu a pedir. O Sol não se cansa de brilhar nem a fonte de fluir. É a essência de Deus manter as Suas promessas; portanto, vai imediatamente ao trono e diz-Lhe: “Faze como tens falado.






Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: