… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

1 de fevereiro


Oswald Chambers

My Utmost for His Highest
1 de fevereiro A CHAMADA DE DEUS

Porque Cristo enviou-me, não para batizar, mas para evangelizar...” (1Co 1:17, ARC, Pt)

Paulo afirma neste versículo que a chamada de Deus é para pregar o Evangelho. Mas recorda o que o Paulo quer dizer com o “evangelho”, isto é, a realidade da redenção no nosso Senhor Jesus Cristo. Nós temos a tendência a converter a santificação na meta do que pregamos. Paulo refere-se às experiências pessoais unicamente como modo de ilustração, nunca como a finalidade do tema. Nós não fomos comissionados para pregar a salvação ou a santificação— mas fomos comissionados para levantar a Jesus Cristo (ver Jo 12:32). É injusto dizer que na redenção Jesus Cristo sofreu dores de parto para me tornar a mim num santo. Jesus Cristo sofreu na redenção para redimir o mundo inteiro e para o colocar perfeitamente íntegro e restaurado perante o trono de Deus. O facto de que nós possamos experimentar a redenção ilustra o poder da sua realidade, mas essa experiência é uma consequência e não o objetivo da redenção. Se Deus fosse humano, quão enfastiado e cansado estaria dos contínuos rogos que fazemos pela nossa salvação e santificação! Impomos-Lhe cargas desde que amanhece até que anoitece, pedindo-Lhe que nos dê coisas, ou que nos livre de algo! Mas, quando nós finalmente tocamos o fundamento sólido da realidade do Evangelho de Deus, nunca mais o incomodamos com as nossas pequenas queixa pessoais.

A única paixão na vida do Paulo era proclamar o Evangelho de Deus. Ele recebeu com beneplácito as angústias, desilusões e tribulações por uma só razão— estas circunstâncias mantinham-no imperturbável na sua devoção pelo Evangelho de Deus.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: