… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 11 de fevereiro de 2017

11 de fevereiro



C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
11 de fevereiro

“E tinham conhecimento de que eles haviam estado com Jesus.” (At 4:13, ARC, Pt)

UM Cristão deve ser um retrato fiel de Jesus Cristo. Tu terás lido biografias de Cristo corretas e eloquentemente escritas, mas a melhor biografia de Cristo é a Sua biografia vivente, gravada nas palavras e nas acções do Seu povo. Se fôssemos o que professamos ser, e o que deveríamos ser, seríamos retratos de Cristo; sim, seríamos tão semelhantes a Ele que o mundo não diria depois de ter estado connosco uma hora a fio, “Bem... parece um pouco semelhante...” mas quando eles nos vissem, exclamariam imediatamente: “Este esteve com Jesus; este foi ensinado por Ele; este é semelhante a Ele; este compreendeu o pensamento do santo Homem de Nazaré e põe-no em prática na sua vida e nas ações de todos os dias.” O Cristão deve assemelhar-se a Cristo na sua intrepidez. Cristão, nunca te envergonhes da tua religião, pois ela nunca será para ti um motivo de opróbrio. Honra-a sempre com uma vida exemplar. Sê semelhante a Jesus, muito valente a favor do teu Deus. Imita-O na Sua benignidade. Pensa, fala e obra cordialmente, para que os homens possam dizer de ti: “Ele esteve com Jesus.” Imita Jesus na Sua santidade. Era Ele zeloso pelo Seu Deus? Assim sê tu; busca sempre fazer o bem. Não desperdices o tempo: ele é muito precioso. Negou-Se Jesus a Si mesmo, não olhando pelo Seu próprio interesse? Sê o mesmo. Ele foi piedoso? Sê tu fervente nas tuas orações. Ele foi deferente para com a vontade de Seu Pai? Deste modo submetei-vos vós a Ele. Foi paciente? Da mesma maneira aprende tu a suportar. E sobretudo, aprende como o mais perfeito retrato de Jesus, a perdoar aos teus inimigos, como Ele o fez; e que aquelas palavras sublimes do teu Senhor “Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem”, ressoem sempre nos teus ouvidos. Perdoa como esperas ser perdoado. Amontoa carvões de fogo sobre a cabeça do teu inimigo, mostrando-te bondoso para com ele. Recorda que fazer o bem por mal é assemelhar-se a Deus. Sê semelhante a Deus, então, e em todos os caminhos e por todos os meios, vive de tal maneira que todos possam dizer de ti, “Ele esteve com Jesus.”


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: