… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

14 de fevereiro



C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas

14 de fevereiro

“E, quanto à sua subsistência pelo rei, lhe foi dada subsistência contínua, a porção de cada dia no seu dia, todos os dias da sua vida.” (2Rs 25:30, ARC, Pt)

JOAQUIN não foi tirado do palácio real com uma provisão de mantimentos que lhe durasse por alguns meses, mas a sua provisão foi-lhe dada como uma pensão diária. Joaquin representa nisto a feliz posição de todo o povo de Deus. Uma porção diária é tudo o que um homem realmente necessita. Não necessitamos de provisões para amanhã; esse dia ainda não chegou e as suas necessidades ainda não existem. A sede que teremos em junho não precisa de ser satisfeita em fevereiro, porquanto ainda não a sentimos. Se à medida que vão chegando os dias temos o suficiente para cada dia, nunca saberemos o que é a necessidade. O bastante para o dia, é tudo o que podemos desfrutar. Não podemos comer e beber ou vestir mais do que a provisão de alimento ou de vestuário que necessitamos para o dia. O excedente deixa-nos a inquietação de armazená-lo e a ansiedade de estar em guarda contra o ladrão. Um bordão ajuda o viajante, mas um feixe de bordões é uma pesada carga. O suficiente não só é tão bom como uma festa, mas é tudo o que o maior glutão pode de fato desfrutar. Isto é tudo o que devemos esperar; ansiar mais do que isto é desagradável. Quando o nosso Pai não nos dá mais, devemos estar satisfeitos com a Sua porção quotidiana. O caso de Joaquin é o nosso; temos uma porção segura, uma porção que nos é dada de parte do rei, uma porção graciosa, uma porção perpétua. Há aqui uma base segura para a gratidão.



Amado leitor Cristão, necessitas também quanto à graça de Deus de uma porção diária. Tu não tens um depósito de forças. Deves procurar conseguir a ajuda força do Alto gradualmente. É uma certeza muito querida que te será provida uma porção para cada dia. Pela leitura da Palavra, pelo ministério do pastor, pela meditação, pela oração e pela confiança em Deus, receberás renovadas forças. Em Jesus estão guardadas para ti todas as coisas que necessitas. Então, desfruta da tua contínua ração. Enquanto o pão da graça esteja sobre a mesa da misericórdia, nunca fiques com fome.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: