… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

15 de fevereiro



Oswald Chambers
My Utmost for His Highest
15 de fevereiro “SOU EU GUARDADOR DO MEU IRMÃO?”

“Nenhum de nós vive para si mesmo.” (Rm 14:7, ARC, Pt)

Alguma vez te deste conta de que és responsável espiritualmente diante de Deus por outras pessoas? Por exemplo, se na minha vida privada me desvio de Deus de algum modo, toda a gente que me rodeia sofre. E juntos “... nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus...” (Ef 2:6,, ARC, Pt). “Se um membro padece, todos os membros padecem com ele...” (1Co 12:26, ARC, Pt). Se permites o egoísmo material e físico, a negligência e a preguiça mental, a insensibilidade moral ou a debilidade espiritual, todos os que pertençam ao teu círculo vão sofrer. Mas, interroga-te, “Quem é capaz de viver à altura de um patrão tão exigente?” “A nossa capacidade vem de Deus” e só de Deus (2Co 3:5, ARC, Pt).



“... E ser-me-eis testemunhas...” (Atos 1:8). Quantos de nós estamos dispostos a gastar até à última gota as nossas forças físicas e emocionais, e a nossa energia mental, moral e espiritual a favor do Senhor Jesus Cristo? Este é o sentido que Deus dá à palavra “testemunha”, o que requer tempo. Portanto, sê paciente contigo mesmo. Para que nos deixou Deus na terra? Somente para que sejamos salvos e santificados? Não, fê-lo para que trabalhemos ao Seu serviço. Estou disposto a ser para Deus pão partido e vinho derramado? Estou disposto a não valer nada para esta vida ou para esta era, exceto para um único propósito e um só: o de ser usado no discipulado de homens e mulheres para o Senhor Jesus Cristo? A minha vida de serviço para Deus é a maneira como lhe digo “obrigado” pela Sua indescritível e maravilhosa salvação. Recorda que é totalmente possível que Deus nos deite fora se nos recusarmos a estar ao serviço dEle. “... Para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha, de alguma maneira, a ficar reprovado.(1Co 9:27, ARC, Pt).




Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: