… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

3 de fevereiro



Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

3 de fevereiro A HORTA DO CRENTE

“E dizia: A que é semelhante o reino de Deus, e a que o compararei? É semelhante ao grão de mostarda que um homem, tomando-o, lançou na sua horta; e cresceu, e fez-se grande árvore, e nos seus ramos se aninharam as aves do céu.” (Lc 13:18-19, ARC, Pt)

Alguns Cristãos não têm horta, nem mesmo nenhuma esfera de serviço pessoal. Pertencem ao clã dos Cristãos e anelam ver que todo o grupo saia e cultive o mundo mas não se envolvem de maneira pessoal. É encantador animar-se com os discursos missionários e sentir zelo pela salvação de todas as nações, mas afinal de contas, o resultado líquido de um ímpeto teórico geral por todo o mundo, não equivale a muito.



O dever de cada crente em Cristo é ter uma horta para embelezar e lavrar, da mesma forma que Adão, o primeiro homem. Nas Escolas Dominicais há milhões de crianças: graças a Deus por isso! Mas, tens uma classe tua? Toda a igreja tem de entrar em ação por Cristo! Uma teoria gloriosa! Estás tu ocupado com o teu Senhor? Será um momento maravilhoso quando cada crente tiver o seu quinhão e o estiver semeando com a semente da verdade. O lugar deserto e solitário florescerá como a rosa quando cada Cristão cultivar o seu próprio canteiro de rosas. Ensina aos teus filhos, fala com os teus vizinhos, busca a conversão de todos aqueles a quem Deus te tenha confiado especialmente.






A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Mc 13-14


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: