… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

6 de fevereiro

Oswald Chambers
My Utmost for His Highest
6 de fevereiro ESTÁS PREPARADO PARA SER OFERECIDO COMO UMA LIBAÇÃO?(2)


Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício...”, (2Tm 4:6, ARC, Pt)

Estás preparado para ser oferecido por aspersão de sacrifício? É um ato da tua vontade, não das tuas emoções. Diz a Deus que estás preparado para seres oferecido como um sacrifício para Ele. Em seguida, aceita as consequências sem importar quais sejam e sem nenhuma queixa, apesar do que Deus possa permitir que aconteça no teu caminho. Deus faz-te passar por uma crise em privado, onde nenhuma pessoa te pode ajudar. Por fora, a tua vida talvez pareça a mesma, mas a diferença está na tua vontade. Uma vez que sofras esta crise na vontade, não prestarás atenção ao custo quando a crise comece a afetar-te exteriormente. Se não tratas primeiro com Deus a área da tua vontade, o único resultado será que começas a compadecer-te de ti mesmo.

Atai a vítima da festa com cordas, e levai-a até aos ângulos do altar” (Salmos 118:27). Deves estar disposto a ser colocado sobre o altar e a passares pelo fogo; disposto a experimentar o que o altar representa: ardor, purificação e separação, com o único fim de eliminar todo o desejo e paixão que não estejam arraigados em Deus ou dirigidos para Ele. Porém, tu não os destróis, mas sim Deus. Tu “atas vítima da festa… aos ângulos do altar” e tomas cuidado para não te sumires na auto compaixão quando o fogo comece. Depois de que tenhas passado pelo fogo, não haverá nada capaz de afligir-te ou de te deprimir. E quando sobrevier outra crise, dar-te-ás conta de que as circunstâncias não podem afetar-te como antes. Que fogo estás experimentando na tua vida?

Diz a Deus que preparado para ser oferecido por aspersão de sacrifício, e Ele demonstrará tudo o que alguma vez sonhaste que Ele seria.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: