… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

9 de fevereiro



William MacDonald 
Um dia de cada vez
9 de fevereiro

“Porque quem não é contra nós é por nós.” (Lc 9:49-50, ARC, Pt)

Esta passagem parece contradizer rotundamente o versículo do dia de ontem, mas não é assim. Naquele, o Salvador dirige-Se aos fariseus incrédulos e diz-lhes: “Se não estais Comigo, estais contra Mim.” Mas neste, o assunto é distinto. Os discípulos acabavam de impedir que um homem expulsasse os demónios no Nome de Jesus. O seu argumento era o seguinte: “Não Te segue connosco”, mas Jesus disse-lhes: “Não o proibais, porque quem não é contra nós é por nós.” (Lc 9:50, ACF, Pt)

No que se referente à salvação, aqueles que não estão a favor de Cristo estão contra Ele. Mas quando falamos do serviço cristão, os que não estão contra Ele, estão com Ele.

Não temos sido chamados para nos opormos a outros que servem ao Senhor. O nosso mundo é grande e amplo e há espaço em abundância para trabalhar sem nos pisarmos uns aos outros. Devemos levar muito a sério as palavras do Salvador: “Não o proibais.”

Por outro lado, notemos que Jesus não mandou a João e aos demais discípulos que se unissem a este homem. Há quem empregue métodos que outros não podem aceitar, ou enfatizam aspectos diversos na mensagem que pregam. Alguns receberam mais luz que outros, e têm liberdade para fazer algumas coisas que a outros remorderia a consciência. Não podemos colocar todos os crentes no mesmo molde. Pelo contrário, devemo-nos regozijar por cada triunfo do Evangelho, como Paulo fez. Estas são as suas palavras: “Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade; uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões. Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do Evangelho. Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.” (Fl 1:15-18, ARC, Pt)

Sam Shoemaker fez a seguinte pergunta: “Quando aprendemos que a grande batalha da luz contra as trevas que se desenrola no nosso tempo, então necessitaremos do apoio de aliados que possivelmente não são do nosso gosto pessoal, e também nos precaveremos de que é necessário que todos os cristãos trabalhem em conjunto e nos esforcemos para avançar contra a tormenta do Anticristo?”




Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: