… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 24 de março de 2017

24 de março



William MacDonald
Um dia de cada vez

24 de março

“Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.” (Ef 4:7, ARC, Pt)

Devemos recordar sempre que cada vez que o Senhor nos manda fazer algo, dá-nos o poder necessário para levá-lo a cabo. Todos os Seus mandamentos incluem a capacidade para fazê-los, mesmo que estejam dentro do impossível.

Jetro disse a Moisés: “Se isto fizeres, e Deus to mandar, poderás então subsistir.” (Ex 18:23, ARC, Pt) J. O. Senderos observou: “O princípio é o seguinte: Deus assume toda a responsabilidade de capacitar o Seu homem para que cumpra com a tarefa que lhe foi atribuída.”

Nos dias doe Seu ministério o Senhor Jesus encontrou-se com dois homens paralíticos (Mt 9:6; Jo 5:9). Em ambas as ocasiões lhes disse que se levantassem e que levassem a sua cama. Quando exercitaram a vontade para obedecer, o poder fluiu nos seus membros inúteis.

Pedro compreendeu que se o Senhor o chamava sobre as águas, sem dúvida poderia caminhar sobre elas. Logo que Jesus lhe disse: “Vem”, Pedro desceu da barca, caminhou sobre a água e foi até Ele.

É duvidoso que o homem com a mão seca pudesse estendê-la; todavia, quando nosso Senhor lhe disse que o fizesse, fê-lo e a mão foi-lhe restaurada.

A ideia de alimentar cinco mil com uns quantos pães e peixes é uma perfeita impossibilidade. Todavia, quando Jesus disse aos discípulos: “Dai-lhes de comer”, a impossibilidade desvaneceu-se.

Lázaro estava na tumba havia já quatro dias quando Jesus o chamou, dizendo: “Lázaro, vem para fora.” O mandamento foi acompanhado do poder necessário e Lázaro saiu.

Devemos apropriar-nos desta verdade. Quando Deus nos dirige, não devemos evadir-nos com o pretexto de que não podemos fazê-lo. Se o Senhor nos ordenar que façamos algo, dar-nos-á também o poder. Deus dá ao que manda. É uma solene verdade que: “A vontade de Deus não te guiará aonde a Sua graça não te apoie.”

Também é verdade que quando Deus encarrega algo, paga-o. Se estamos seguros da Sua direção, não devemos preocupar-nos com as finanças. Ele proverá sem que tenhamos de pedir aos demais. Se estivermos seguros da Sua direção, as finanças nunca serão um obstáculo.

O Deus que abriu o Mar Vermelho e o Jordão para que o povo pudesse passar, é O Mesmo hoje em dia. Quando os Seus Lhe obedecem Ele retira toda a impossibilidade. Ele continua retirando toda a impossibilidade quando os Seus obedecem à Sua vontade. Ele continua suprindo a graça necessária para fazer tudo o que manda. Ele continua produzindo em nós tanto o querer como o fazer, pela Sua boa vontade.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: