… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 24 de março de 2017

24 de março


Oswald Chambers
 My Utmost for His Highest
24 de março DIMINUINDO PARA O SEU PROPÓSITO

É necessário que ele cresça e que eu diminua” (Jo 3:30, ARC, Pt)

Se chegas a ser indispensável na vida de outra pessoa, estás fora da vontade de Deus. Como um servo, a tua principal responsabilidade é ser “amigo do esposo” (Jo 3:29). Quando te dês conta de que uma alma já pode compreender as exigências de Jesus Cristo, saberás que a tua influência tem sido usada na direção certa. E quando tu começas a ver essa pessoa no meio de uma luta difícil e dolorosa, não tentes evitá-lo, mas ora para que a sua dificuldade vá crescendo e se torne ainda dez vezes mais forte, até que nenhum poder na terra ou no inferno possa mantê-la longe de Jesus Cristo. Vezes sem conta tentamos ser providências amadoras na vida de alguém. Somos realmente amadores, interferimos, e na verdade, impedimos a vontade de Deus e dizemos: “Esta pessoa não tem de sofrer esta dificuldade.” Em vez de sermos amigos do Esposo, a nossa compaixão torna-se um impedimento. Um dia essa pessoa vai nos dizer: “Tu és um ladrão, roubaste-me o meu desejo de seguir a Jesus, e por tua causa eu perdi-O de vista."


Tem cuidado para que não te alegres com alguém no que é incorreto, e cuida de constantemente te alegrares no que é bom. “O amigo do esposo... alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido. É necessário Ele cresça e que eu diminua” (Jo 3:29-30). Isto foi dito com alegria, não com tristeza: finalmente eles veriam o Esposo! E Jo disse que esta era a sua alegria. Mas isto implica pôr-se de lado, uma eliminação absoluta do servo, para que nunca mais seja lembrado.



Espera com todas as tuas forças até que escutes a voz do Esposo na vida de outra pessoa. Nunca contes quanta desolação, dificuldades ou enfermidade, ela trará consigo, somente regozija-te com uma emoção piedosa porque agora escutas a Sua voz. É possível que com muita frequência vejas que Jesus Cristo faz naufragar uma vida antes de salvá-la (ver Mt 10:34).


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: