… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 26 de março de 2017

26 de março



C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé

26 de março

“O SENHOR o sustentará no leito da enfermidade.” (Sl 41:3, ARC, Pt)

Recorda que esta é uma promessa para o homem que considera o pobre. És tu um deles? Então leva o versículo para casa.



Vê como na hora da enfermidade, o Deus dos pobres abençoa o homem que cuida do pobre! Os braços eternos sustentarão a sua alma, como mãos amigas e almofadas macias sustentam o corpo do doente. Quão terna e compreensiva é esta imagem; para quão perto ela traz o nosso Deus das nossas debilidades e das nossas enfermidades!



Quem ouviu dizer o mesmo do antigo Júpiter pagão, ou dos deuses da Índia ou da China? Esta é a linguagem peculiar do Deus de Israel; Ele é quem Se digna fazer-Se enfermeiro e criado dos bons homens. Se Ele fere com uma mão, Ele sustem com a outra. Oh, é um bendito desfalecimento quando alguém cai sobre o próprio peito do Senhor e ali é sustentado! A graça é o melhor dos reconstituintes; o amor divino é o estimulante mais seguro para um paciente lânguido; ele torna a alma forte como um gigante, mesmo quando os ossos se estejam quebrando através da pele. Não há médico como o Senhor, nem tónico como a Sua promessa, nem vinho como o Seu amor.



Se o leitor tem faltado ao seu dever para com os pobres, que considere o que está perdendo e faça-se imediatamente amigo e ajudador deles.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: