… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 29 de março de 2017

29 de março



Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
29 de março COMPAIXÃO PELOS OUTROS

“Torrentes de águas derramaram os meus olhos, por causa da destruição da filha do meu povo. Os meus olhos choram, e não cessam, porque não há descanso, até que o Senhor atente e veja desde os céus.” (Lm 3:48-50, ARC, Pt)

Quanto mais nos convertamos no que devemos ser, mais dominará a compaixão os nossos corações. O que disse o Senhor Jesus Cristo, que é o modelo e o reflexo da dignidade perfeita, com respeito aos pecados e às aflições de Jerusalém? Ele sabia que Jerusalém devia perecer, enterrou Ele a Sua pena depois do facto do decreto divino e endureceu o Seu coração com a ideia da soberania ou da justiça que seria resplandecente na destruição da cidade? Não, Ele não o fez, senão que chorou com olhos que borbotavam como uma fonte: “Jerusalém, Jerusalém, quantas vezes quis Eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste!” Se vais ser como Jesus, deves ser terno e compassivo. Serias o oposto extremo dEle se pudesses sentar-te com um contentamento sombrio e, se, com uma filosofia estóica, convertesses em pedra toda a carne que há em ti. Se és natural, então, e acima de tudo, se és natural, da natureza dada pela graça, imploro-vos, deixai que os vossos corações se movam com piedade; não resistais a ver a morte espiritual da humanidade. Agoniza de cada vez que contemples a ruína de qualquer alma da semente de Adão.



Sem dúvida que os que recebem misericórdia devem mostrar misericórdia; aqueles que devem tudo o que têm à piedade de Deus não devem mostrar-se desapiedados para com seus irmãos. Encontrarás em todas partes por todo o evangelho que este fala de amor fraternal, de compassiva misericórdia e de uma piedade que chora. Deixa-me que te implore que creias que é necessário, assim como justificável, que sintas compaixão pelos filhos dos homens.


 


A Bíblia, do princípio ao fim, num ano:  At 17-19

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: