… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 19 de abril de 2017

19 de abril


Oswald Chambers

My Utmost for His Highest
19 de abril TER CUIDADO COM AS TENTAÇÕES MENOS PROVÁVEIS

“Joab se tinha desviado, seguindo a Adonias, ainda que se não tinha desviado, seguindo a Absalão.” (1Rs 2:28, ARC, Pt)

Joab resistiu ao maior teste da sua vida, permanecendo absolutamente fiel a David por não se desviar para seguir após o fascinante e ambicioso Absalão. No entanto, próximo do fim da sua vida, ele desviou-se para seguir após o fraco e covarde Adonias. Permanece sempre vigilante para o facto de que onde uma pessoa se desviou é exatamente onde qualquer pessoa pode ser tentada a desviar-se (vê 1Co 10:11-13). Podes ter passado através de uma grande crise triunfantemente, mas agora está alerta sobre as coisas que podem parecer ser as menos prováveis para te tentar. Tem cuidado com o pensamento de que as áreas da tua vida onde tens encontrado a vitória no passado agora são as menos capazes para te fazer tropeçar e cair.

Somos inclinados a dizer: “Não é de modo algum provável que depois de ter atravessado a maior crise da minha vida, agora me volte para as coisas do mundo.” Não tentes prever de onde virá a tentação; o perigo real está na coisa menos provável. É no rescaldo de um grande evento espiritual que as coisas menos prováveis começam a surtir efeito. Elas podem não ser fortes e dominantes, mas elas estão lá. E se tu não és cuidadoso para estar advertido, elas far-te-ão tropeçar. Tens permanecido fiel a Deus durante grandes e intensas provações? Agora tem cuidado com a tendência oculta. Não sejas morbidamente introspectivo, olhando em direcção ao futuro com medo, mas está vigilante, mantendo a tua memória vigilante diante de Deus. Uma fortaleza não guardada é verdadeiramente uma dupla fraqueza, porque é o onde as tentações menos prováveis serão eficazes em minar a tua força. As personagens bíblicas tropeçaram nos seus pontos fortes, nunca nos seus pontos fracos.

“... Estais guardados, na virtude de Deus ... “ (1Pe 1:5, ARC, Pt). — Essa é a única segurança.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: