… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 19 de abril de 2017

19 de abril


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

19 de abril ADORAÇÃO POR MEIO DA OFERTA

“Cada um contribua, segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade, porque Deus ama ao que dá com alegria.” (2Co 9:7, ARC, Pt)


Observa também, uma vez mais –no que se referente às ações misericordiosas que a maioria da humanidade pouco estima– que sabemos que Deus aceita a nossa adoração nas coisas pequenas. Ele permitiu que o Seu povo Lhe levasse os seus novilhos, a outros que levassem os seus carneiros e os oferecessem a Ele, ainda que estes eram pessoas que tinham riquezas suficientes para ser capazes de Lhe oferecer um tributo dos seus rebanhos e manadas. Mas também permitiu aos pobres que oferecessem um par de rolas ou dois pombinhos, e eu nunca tenho encontrado na Palavra de Deus que Ele desse menos importância à oferenda das rolas do que ao sacrifício dos novilhos. Também sei que o nosso Senhor sempre bendito, quando esteve aqui, amou o louvor das criancinhas. Elas não traziam nem ouro nem prata, como os sábios do Oriente, mas clamavam: «Hosana» e o Senhor não Se desgostou com os seus Hosanas, mas, sim, aceitou o seu louvor juvenil. E recordamos que uma viúva lançou na arca do tesouro duas pequenas moedas que eram só um quarto de um péni, mas que era tudo o que ela tinha, Ele não rechaçou o presente senão que, pelo contrário, tomou nota dele em sua honra. Agora estamos bastante familiarizados com o incidente, mas apesar disso, é maravilhoso. Duas pequenas moedas que são um quarto de péni dadas ao Deus infinito! Um quarto de péni aceito pelo Rei de Reis! Portanto, não meças as ações pequenas com as escalas e medidas humanas, antes estima-as como Deus o faz, porque o Senhor sente respeito pelo coração do Seu povo; Ele não dá tanta importância à obras dele em si mesmas, mas aos motivos pelos quais eles se dão em serviço.




A Bíblia, do princípio ao fim, num ano:  Js 1-4


 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: