… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 20 de abril de 2017

20 de abril

Oswald Chambers

My Utmost for His Highest
20 de abril UM SANTO PODE ACUSAR FALSAMENTE A DEUS?

“Todas quantas promessas há de Deus, são, nele, sim, e, por ele, o Ámen ...” (2Co 1:20, ARC, Pt)

A parábola dos talentos de Jesus registada em Mt 25:14-30 foi um aviso de que é possível para nós julgarmos mal as nossas capacidades. Esta parábola não tem nada a ver com dons e habilidades naturais, mas relata o dom do Espírito Santo, como Ele foi dado pela primeira vez no dia de Pentecostes. Nunca devemos medir a nossa capacidade espiritual com base na nossa educação ou na nossa inteligência; a nossa capacidade nas coisas espirituais é medida com base nas promessas de Deus. Se tivermos menos do que Deus quer que nós tenhamos, vamos acusá-Lo falsamente como o servo acusou falsamente o seu senhor, quando ele disse: “Tu esperas de mim mais do que posso fazer com a capacidade que me deste. Exiges muito de mim, e eu não posso ser-Te fiel aqui onde me colocaste.” Quando é uma questão do Espírito Omnipotente de Deus, nunca digas: “Eu não posso. “ Nunca permitas que a limitação da tua própria capacidade natural entre no assunto. Se nós recebemos o Espírito Santo, Deus espera que a obra do Espírito Santo seja mostrada em nós.



O servo justificava-se a si mesmo, enquanto condenava o seu senhor, em todos os pontos, como se dissesse: “A tua exigência colocada sobre mim é desproporcional ao que Tu me deste.” Temos nós estado acusando falsamente Deus por nos atrevermos a preocuparmo-nos apesar de Ele dizer “Mas, buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”? (Mt 6:33, ARC, Pt). Preocupar-se significa exatamente o que este servo insinuou— “Eu sei que a Tua intenção é deixar-me desprotegido e vulnerável.” Uma pessoa que é preguiçosa no reino natural é sempre crítica, dizendo: “Eu não tive uma oportunidade decente”, e alguém que é preguiçoso no reino espiritual é crítico de Deus. Os preguiçosos atacam sempre os outros de uma maneira independente.



Nunca te esqueças de que a nossa capacidade e habilidade em assuntos espirituais é medido por, e com base, nas promessas de Deus. Deus pode cumprir as Suas promessas? A nossa resposta depende se temos ou não recebido o Espírito Santo.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: