… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 28 de abril de 2017

28 de abril


C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
28 de abril
“Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar.” (Sl 119:49, ARC, Pt)

QUALQUER que seja a tua necessidade particular, podes achar, prontamente, na Bíblia, alguma promessa apropriada para ela. Estás abatido e deprimido porque o teu caminho é áspero e tu achas-te cansado? Aqui está a promessa: “Dá vigor ao cansado.” Quando achares uma promessa como esta, leva-a Aquele que a prometeu e pede-Lhe que a cumpra. Estás buscando Cristo e anseias ter uma comunhão mais íntima com Ele? Esta é a promessa que resplandece sobre ti como uma estrela: “Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos.” Leva continuamente ao trono esta promessa; não rogues por nenhuma outra coisa, mas apresenta-te a Deus uma e outra vez com isto: “Senhor, Tu o hás dito; faz conforme a Tua promessa.” Estás triste por causa do pecado e carregado com a pesada carga das tuas iniquidades? Presta atenção a estas palavras: “Eu, eu mesmo, sou o que apaga as tuas transgressões e dos teus pecados me não lembro.” Não tens méritos próprios para invocar o Seu perdão, para que Ele te possa perdoar; mas, podes invocar o Seu compromisso escrito e Ele cumpri-lo-á. Temes não seres capaz de prosseguir até ao fim, ou que, depois de haveres crido no filho de Deus, sejas réprobo? Se passas por tal situação, leva a seguinte promessa ao trono da graça: “Porque as montanhas se desviarão e os outeiros tremerão; mas a minha benignidade não se desviará de ti, e o concerto da minha paz não mudará, diz o SENHOR, que se compadece de ti.” Se tens perdido a doce sensação da presença do Salvador, e O estás buscando com um coração pesaroso, recorda esta promessa: “Tornai vós para mim, e eu tornarei para vós.” “Por um pequeno momento, te deixei, mas com grande misericórdia te recolherei.” Banqueteia a tua fé na própria palavra de Deus, e seja o que for que receies ou queiras, recorre ao Banco da Fé com a ordem de pagamento do teu Pai Celestial, dizendo: “Lembra-te da palavra dada ao teu servo, na qual me fizeste esperar.”

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: