… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 3 de abril de 2017

3 de abril



C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
3 de abril

“E tomaram a Jesus e o levaram.” (Jo 19:16, ARC, Pt)

Jesus tinha estado toda a noite em agonia, tinha passado a manhã no átrio de Caifás e tinha sido levado apressadamente de Caifás para Pilatos, de Pilatos para Herodes e de Herodes outra vez para Pilatos. De modo que Lhe restaram poucas forças: e, além disso, nem refrigério, nem repouso Lhe foi permitido. Eles estavam ansiosos pelo Seu sangue, e, por isso, O fizeram sair para morrer, carregado com a cruz. Oh dolorosa procissão! Bem puderam chorar as filhas de Salem. Minha alma, chora tu também.


Que aprendemos nós aqui, enquanto vemos o nosso bendito Senhor a ser levado? Não aprendemos a verdade que foi apresentada em figura pelo bode expiatório? (Lev. 16). Não levava o sumo sacerdote o bode expiatório, e punha ambas as mãos sobre a cabeça dele, confessando os pecados do povo, para que assim aqueles pecados fossem postos sobre o bode, ficando limpo o povo? Então, o bode era levado por um homem ao deserto, e tirava assim os pecados do povo, de modo que, ainda que os buscassem, eles não poderiam ser achados. Agora nós vemos Jesus levado perante os sacerdotes e magistrados, que O declaram culpado. Deus mesmo Lhe imputa os nossos pecados: “O SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos." “Ele foi feito pecado por nós". E, como o substituto dos nossos delitos, carregando sobre os Seus ombros os nossos pecados, vemos o grande Bode Expiatório ser levado para longe pelos oficiais da justiça. Amado, estás seguro de que Ele levou os teus pecados? Ao olhares para a cruz sobre os Seus ombros, não estão ali representados os teus pecados? Há um meio pelo qual tu podes dizer se Ele tirou ou não o teu pecado. Puseste a tua mão sobre a Sua cabeça, confessaste os teus pecados e confiaste nEle? Então, os teus pecados não estão mais sobre ti, foram todos transferidos para Cristo, por bendita imputação, e Ele leva-os sobre os Seus ombros como uma carga mais pesada do que a cruz.


Não deixes a imagem desaparecer até que tu te tenhas alegrado na tua própria libertação, e tenhas adorado o terno Redentor sobre Quem as tuas iniquidades foram colocadas.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: