… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 30 de abril de 2017

30 de abril

C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
30 de abril

“Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” (Ap 2:17, ARC, Pt)


Minh'alma, espicaça-te a perseverar na guerra santa, porque o galardão da vitória é grande. Hoje comemos do pão celestial que cai ao redor dos nossos acampamentos; o pão do deserto, o pão que desce do Céu, o pão que nunca falta aos peregrinos que vão para Canaan. Mas ainda está reservado para nós, em Cristo Jesus, um grau mais elevado de vida espiritual, e um alimento, para essa vida, que até agora tem estado escondido da nossa experiência. Na urna de ouro que estava guardada na Arca, havia uma porção de maná escondida, que embora permanecesse guardada durante séculos, nunca se tornou seca. Ninguém a viu jamais; estava escondida na Arca do Concerto, no Lugar Santíssimo. Ainda assim, a vida mais elevada do crente está escondida com Cristo, em Deus. Depressa a alcançaremos. Sendo feitos vitoriosos por meio da graça de nosso SENHOR Jesus, comeremos dos alimentos do Rei, e alimentar-nos-emos com manjares régios. Alimentar-nos-emos de Jesus. Ele é o nosso “Maná escondido”, como também é o maná do deserto. Ele é tudo em tudo para nós, tanto no nosso estado mais excelso como no nosso estado mais abatido. Ele ajuda-nos a lutar, dá-nos a vitória, e então, Ele mesmo é o nosso galardão. SENHOR, ajuda-me a vencer.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: