… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 30 de abril de 2017

30 de abril


C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
30 de abril
“E quão preciosos são para mim, ó Deus, os teus pensamentos!” (Sl 139:17, ARC, Pt)

A divina omnisciência não concede conforto à mente ímpia, mas ao filho de Deus ela inunda-o com consolação. Deus está pensando sempre em nós, nunca desvia a Sua mente e sempre nos tem diante dos Seus olhos. É assim precisamente como nós desejamos que seja, porque seria espantoso existir um momento fora da observação de nosso Pai celestial. Os Seus pensamentos são sempre ternos, amáveis, sábios, prudentes, de grande alcance e eles trazem-nos benefícios incontáveis: por este motivo é um prazer delicioso recordá-los. O Senhor sempre pensou no Seu povo: por isso a eleição e o pacto de graça, pelo qual, a sua salvação está assegurada. O Senhor sempre pensará neles: por esta razão a sua perseverança final, pela que serão conduzidos com segurança ao seu descanso final. Em todos os nossos extravios o olhar vigilante do Eterno Vigia está sempre fixo em nós, e nós nunca vagueamos fora do alcance dos olhos do Pastor. Nas nossas dores Ele observa-nos incessantemente e não Lhe escapa nenhuma angústia. Nos nossos trabalhos Ele presta atenção a toda a nossa fadiga e escreve no Seu livro todas as lutas dos Seus fiéis. Estes pensamentos do Senhor cercam todos os nossos passos e penetram no íntimo do nosso ser. Nenhum nervo ou tecido, válvula ou vaso do nosso corpo está sem cuidado; em todas as coisas insignificantes deste nosso pequeno mundo pensa o grande Deus.


Querido leitor, é isto precioso para ti? Então retém-no. Nunca te deixes extraviar por aqueles filosóficos néscios que pregam um Deus impessoal e falam mesmo duma auto-existência e autonomia da matéria. O Senhor vive e pensa em nós; é esta uma verdade demasiado preciosa para que nos seja facilmente tirada. As atenções de um nobre são tão altamente estimadas que aquele que as tem que ele considera que a sua fortuna está feita. Mas quanto mais valioso é ser recordado pelo Rei de reis! Se o Senhor pensa em nós, tudo está bem e nós podemos regozijar-nos sempre.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: