… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 4 de abril de 2017

4 de abril

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
4 de abril CIDADÃOS DO CÉU

“Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.” (Fl 3:20, ARC, Pt)

Enquanto estejamos aqui temos de fazer o nosso maior esforço parar levar homens a Cristo, para ganhá-los dos seus maus caminhos, para levá-los à vida eterna e para fazê-los, juntamente connosco, cidadãos de outra terra melhor.



Ao procurar o bem do país como estrangeiros, também temos de recordar que corresponde aos estrangeiros o manter-se muito tranquilos. Por que hão-de conspirar os estrangeiros contra o governo e intrometer-se na política de um país do qual não têm cidadania? Assim nesta nossa terra, onde tu e eu somos estrangeiros, devemos ser adventícios ordenados, que se submetem constantemente àqueles que estão em autoridade, tendo vidas ordenadas e pacíficas e, segundo o mando do Santo Espírito por meio do apóstolo: “Honrai a todos. Amai a fraternidade. Temei a Deus. Honrai o rei.”; “Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana, por amor do Senhor.” Nesta terra só estamos de passagem e devemos bendizê-la ao passar por ela, mas nunca devemos fazer jugo com os seus assuntos. Os Cristãos, como homens, amam a liberdade e não estão dispostos a perdê-la, nem no menor sentido, mas espiritualmente as suas políticas de governo são espirituais e como cidadãos, velam pelo interesse dessa república divina a que pertencem e aguardam o momento em que, tendo suportado as leis da terra do seu exílio, estarão sob o domínio benfeitor dAquele que reina em glória, o Rei de Reis e Senhor de Senhores. Se é possível, assim que dependa de vós, vivei em paz com todos os homens e servi o vosso seu tempo e a vossa geração com tranquilidade, mas não construais morada para a vossa alma aqui, porque toda esta terra será destruída com a vinda do dia terrível.




A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Dt 9-12

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: