… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 13 de abril de 2017

13 de abril



C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé

13 de abril


“Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso.” (Fl 3:21, ARC, Pt)

Com muita frequência, quando somos atormentados pela dor e incapazes de pensar ou de adorar, sentimos que este é, na verdade, “o corpo da nossa humilhação”; e quando somos tentados pelas paixões que têm a sua origem na carne, não cremos que a palavra “abatido” seja absolutamente uma tradução muito vigorosa. Os nossos corpos humilham-nos; e isso é, talvez, a melhor coisas que eles fazem por nós. Oh, que sejamos devidamente humildes, porque os nossos corpos assemelham-nos aos animais, e ainda nos ligam com o pó!



Mas o nosso Salvador, o Senhor Jesus, mudará tudo isto. Seremos transformados à semelhança do Seu próprio corpo de glória. Isto efectuar-se-á em todos os que crêem em Jesus. Pela fé, as suas almas foram transformadas, e os seus corpos experimentarão uma tal renovação que os preparará para (receber) os seus espíritos regenerados.



Quando ocorrerá esta grande transformação, não o podemos dizer; mas o pensar nela poderá ajudar-nos a suportar as tribulações de hoje, e todas as aflições da carne. Dentro de pouco tempo, seremos como Jesus é agora. Não haverá mais rostos doridos, nem mais membros inchados, nem mais olhos turvos, nem mais corações desfalecentes. O velho homem não será mais um feixe de debilidades, nem o doente uma massa de agonia. “Conforme o Seu corpo glorioso.” Que expressão! A nossa carne pode descansar igualmente na esperança de uma tal ressurreição!


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: