… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 11 de maio de 2017

11 de maio


C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
11 de maio

“Eu estou convosco todos os dias.” (Mt 28:20, ARC, Pt)

É bom que haja Um que seja sempre o mesmo, e que sempre esteja connosco. É bom que haja uma rocha firme no meio das ondas do mar da vida. Oh minh’alma, não ponhas as tuas afeições nos tesouros bolorentos, carcomidos pelo tempo, em decomposição, mas põe o teu coração sobre Ele, o qual permanece, para sempre, fiel a ti! Não edifiques a tua casa sobre a areia movediça de um mundo enganador, mas põe as tuas esperanças sobre esta rocha, que, no meio do cair da chuva e de rios ensurdecedores, permanece impassivelmente segura. Minh’alma, eu exorto-te a que ponhas os teus tesouros no único cofre seguro; guarda as tuas jóias onde nunca as possas perder. Põe-te todo em Cristo; põe todas as tuas afeições na Sua Pessoa, toda a tua esperança nos Seus méritos, toda a tua confiança na eficácia do Seu sangue, todo o teu gozo na Sua presença, e assim tu podes rir-te das perdas e desafiar a destruição. Recorda que todas as flores no jardim do mundo murcham, e o dia vem quando nada será deixado exceto a terra obscura e fria. O sinistro extintor da morte em breve apagará a tua vela. Oh! Quão agradável será ter a luz do sol quando a vela se apagar! A inundação, difícil de entender, logo passará entre ti e tudo o que tens; une, pois, o teu coração com Jesus, que nunca te deixará; confia-te a Cristo que te acompanhará quando cruzares o turbulento e ondeante rio da morte, far-te-á desembarcar, de modo seguro, nas praias eternas, e far-te-á sentar com Ele, nos lugares celestiais, para sempre. Vai, triste filho da aflição, conta os teus segredos ao Amigo que é mais chegado do que um irmão. Confia todas as tuas preocupações a Jesus, que nunca pode ser tirado do teu lado, nem Ele, por Sua vez, te deixará, e, nem mesmo permitirá que tu o deixes a Ele. “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.” “Eis que eu estou convosco todos os dias.” Isto é suficiente para a minha alma. Do resto, quem quiser, que me deixe.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: