… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 11 de maio de 2017

11 de maio

C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
11 de maio

“Tão-somente sê forte e mui corajoso.” (Js 1:7, ARC, Pt)

O terno amor de Deus pelos Seus servos faz que Ele Se interesse pelo estado dos Seus sentimentos íntimos. Ele deseja que eles sejam muito corajosos. Alguns estimam coisa de pouca monta que um crente esteja apoquentado com dúvidas e temores, mas Deus não pensa assim. Neste versículo vê-se claramente que o nosso Senhor quer que não estejamos enredados com temores. Ele quer que vivamos sem cuidados, sem dúvidas, sem covardia. O nosso Senhor não julga a nossa incredulidade tão levianamente como nós o fazemos. Quando estamos desanimados, estamos propensos a alguma enfermidade difícil de suportar, não devemos brincar com ela, mas levá-la imediatamente ao Médico Amado. O nosso amado Senhor não quer os nossos rostos tristes. Era uma lei de Assuero que ninguém podia entrar na corte do rei “com vestido de saco”. O Rei de reis não tem esta lei, pois nós podemos ir a Ele tão tristes como estamos. Porém, Ele agradar-Se-ia que nós tirássemos constantemente o espírito de tristeza e vestíssemos o trajo de louvor, pois há muitos motivos para estarmos alegres. O Cristão deve ser de um espírito corajoso para que ele possa glorificar o Senhor, suportando as provas duma forma heróica. Se ele for medroso e pusilânime desonrará o seu Deus. Além disso, que mau exemplo dá! Esta enfermidade da dúvida e do desânimo é uma epidemia que logo se propaga entre o rebanho do Senhor. Um crente abatido contagia com a sua tristeza vinte almas. Aliás, a não ser que a tua coragem se mantenha firme, Satã será muito forte para ti. Deixa pois, que o teu espírito se regozije em Deus, teu Salvador, e assim a alegria do Senhor será a tua força e nenhum demónio do Inferno te fará frente: mas a covardia derrubará a bandeira. Além disso, o trabalho é leve para o homem de espírito alegre e o êxito resulta do bom humor. O homem que trabalha, regozijando-se no seu Deus e crendo com todo o seu coração, tem o êxito garantido. Aquele que semeia em esperança recolherá em alegria. Portanto, querido leitor, “sê forte e mui corajoso.”





Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: