… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 3 de maio de 2017

3 de maio

C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
3 de maio

“E há de ser que, ouvindo tu um estrondo de marcha pelas copas das amoreiras, então te apressarás; porque o SENHOR saiu então diante de ti, a ferir o arraial dos filisteus.” (2Sm 5:24, ARC, Pt)

Há sinais dos movimentos do Senhor que deveriam mover-nos. O Espírito de Deus sopra onde quer, e nós ouvimos o Seu som. Por conseguinte, é tempo para nós sermos mais ativos do que nunca. Devemos agarrar esta oportunidade de ouro, e tirar dela o máximo proveito. É nossa responsabilidade pelejar sempre contra os filisteus; mas, quando o próprio Senhor sai diante de nós, então devemos ser especialmente valentes na guerra.



A brisa sacudiu as copas das árvores, e David e os seus homens tomaram isso como o sinal para uma arremetida, e no avanço deles o SENHOR, Ele mesmo, feriu os filisteus. Oh, que neste dia o Senhor nos abra uma porta para falarmos a favor dEle com muitos dos nossos amigos! Que estejamos velando para nos aproveitarmos da oportunidade esperançosa, quando ela chegar. Quem sabe se este não será um dia de boas novas; um tempo de ganhar almas. Que o nosso ouvido esteja aberto para ouvir o sussurro do vento, e nossas mentes prontas para obedecer ao sinal. Não é esta promessa: “Porque o SENHOR sairá diante de ti”, um estímulo bastante para que atuemos corajosamente? Visto que o Senhor sai diante de nós, não nos atrevamos a retroceder.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: