… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 5 de maio de 2017

5 de maio


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
5 de maio

“O SENHOR teu Deus te fará voltar do teu cativeiro” (Dt 30:3, ARC, Pt)

O próprio povo de Deus pode vender-se ao cativeiro pelo pecado. Este é um fruto muito amargo, de uma raiz sumamente amarga. Que terrível servidão a do filho de Deus, quando ele é vendido ao pecado, quando ele é encadeado por Satanás, quando ele é privado da sua liberdade, quando ele é despojado do seu poder em oração e do seu deleite no SENHOR! Vigiemos para não cairmos em tal escravidão; mas, se isto já nos aconteceu, não desesperemos de maneira alguma.



De qualquer modo, não podemos ser dominados para sempre em escravidão. O SENHOR Jesus pagou um preço demasiado alto pela nossa redenção para nos deixar na mão do inimigo. O caminho para a liberdade é “Volta para o SENHOR, teu Deus.” Onde, primeiramente, encontrámos a salvação, voltaremos a encontrá-la novamente. Ao pé da Cruz de Cristo, confessando o pecado, encontraremos perdão e redenção. Além disso, o SENHOR quer que obedeçamos à Sua voz de acordo com tudo o que nos tem mandado, e devemos fazer isto com todo o nosso coração, e com toda nossa alma, e, então, o nosso cativeiro terminará.



Com muita frequência, a depressão de espírito e a grande miséria da alma são afastadas logo que abandonamos os nossos ídolos, e nos inclinamos em obediência diante do Deus vivo. Não precisamos de estar cativos. Podemos regressar, rapidamente, à cidadania de Sião. SENHOR, faz-nos voltar do nosso cativeiro!

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: