… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 6 de maio de 2017

6 de maio


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

6 de maio TROFÉUS DE CRISTO

“Está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos, também, por isso também falamos, sabendo que, o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará, também, por Jesus, e nos apresentará convosco. Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças, para glória de Deus.” (2Co 4:13-15, ARC, Pt)

Posso falar sobre assuntos que me confirmam o poder do meu Senhor e Mestre porque tenho visto os triunfos de Cristo. Tenho visto homens que estavam acostumados a viver em pecado e nas bebedeiras que se têm tornado honestos e sóbrios; e tenho visto mulheres caídas chegar aos pés de Jesus como penitentes. Desde o começo, do que tem chegado a ser um extenso ministério, a carroça do evangelho em que montei, tem tido cativos para honrar os triunfos de Cristo. Desde o começo, as multidões hão decidido deixar o pecado e se hão voltado para o Deus vivente, e eu tenho de acreditar no poder da graça divina, não posso duvidar dele. Não há dúvida alguma, é a prova de que o fruto se encontra na árvore e o fruto é muito abundante. Pergunta aos missionários o que Cristo tem feito nos mares do sul, e eles falar-te-ão de ilhas que outrora estiveram habitadas por canibais nus, onde agora os homens estão vestidos e no seu perfeito juízo, sentados aos pés de Jesus. O mundo inteiro pulula de troféus de Cristo e até pululará mais. “E vimos, e testificamos que o Pai enviou Seu Filho para Salvador do mundo” (1Jo 4:14) e pregamos com a completa convicção de que “a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.” (Is 11:9).



A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Jz 11-13

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: