… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 9 de maio de 2017

9 de maio


Oswald Chambers

My Utmost for His Highest
9 de maio TOMA A INICIATIVA

“Acrescentai à vossa fé a virtude …” (1Pe 1:15, ARC, Pt)

Acrescentai significa que nós temos de fazer alguma coisa. Corremos o risco de esquecer que não podemos fazer o que Deus faz, e que Deus não vai fazer o que podemos fazer. Nós não podemos salvar-nos nem santificar-nos— Deus é que faz isso. Mas Deus não nos dará bons costumes ou bom caráter, e Ele não nos forçará a andar corretamente diante dEle. Temos de fazer tudo isso nós mesmos. Temos de operar a nossa salvação que Deus tem operado em nós (Fl 2:12). Acrescentai significa que devemos adquirir o hábito de fazer as coisas, e nos estágios iniciais isso é difícil. Tomar a iniciativa é fazer um começo— para te instruires no caminho onde deves andar.



Cuidado com a inclinação de perguntar o caminho quando tu o conheces perfeitamente bem. Toma a iniciativa— pára de hesitar— dá o primeiro passo. Sê decidido a agir imediatamente na fé em consequência do que Deus te diz quando Ele fala, e nunca reconsideres ou modifiques as tuas decisões iniciais. Se tu hesitas quando Deus te diz para fazeres alguma coisa, estás sendo negligente, repelindo desdenhosamente a graça em que te encontras. Toma tu mesmo a iniciativa, faz uma decisão da tua vontade, agora mesmo, e torna impossível o retroceder. Queima as pontes atrás de ti, dizendo: Eu vou escrever aquela carta, ou eu vou pagar essa dívida, e, em seguida, fá-lo! Torna isso irrevocável.



Temos de adquirir o hábito de ouvir atentamente a Deus a propósito de tudo, criando o hábito de descobrir o que Ele diz e estarmos atentos a isso. Se, quando a crise chega, nós nos voltamos instintivamente para Deus, saberemos que o hábito foi formado em nós. Temos de tomar a iniciativa onde estamos, não onde nós ainda não estamos.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: