… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 13 de junho de 2017

13 de junho

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

13 de junho FORTES EM AMOR

“Porém, Jesus, voltando-se para elas, disse: Filhas de Jerusalém, não choreis por mim, chorai, antes, por vós mesmas, e pelos vossos filhos.” (Lc 23:28, ARC, Pt)

Há muitas pessoas que estão de tal maneira absortas na sua própria dor que não têm lugar para a simpatia nas suas almas. Não as conheces? A primeira coisa que fazem quando se levantam de manhã é contar a terrível história da noite que passaram. Ai, querido! E ainda não têm acabado de comer um pequeno-almoço saudável antes que a sua usual dor lhes apareça em algum lugar. Necessitam do cuidado especial e da piedade de toda a família. A grande missão, durante todo o dia, é manter todo mundo consciente do quanto está suportando o doente. Esta pessoa tem o patente direito de monopolizar toda a simpatia que o mercado possa oferecer e logo não restará nenhuma para o resto dos afligidos. Se estás demasiado ocupado contigo mesmo, não resta muito de ti para dares a ninguém mais. Quão diferente disto é nosso Senhor que nunca gritou: “Tende compaixão de Mim! Tende compaixão de mim, Meus amigos!” Ele é descrito “suportando a cruz, desprezando a vergonha”. Tão forte era o Seu amor que apesar de salvar a outros, não Se salvou a Si mesmo, apesar de consolar aos afligidos, ninguém o consolou a Ele.





A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Cl 1-2

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: