… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 16 de junho de 2017

16 de junho


Oswald Chambers
My Utmost for His Highest

16 de junho  “DARÁS A TUA VIDA?”

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos…. Tenho-vos chamado amigos…” (Jo 15:13, 15, ARC, Pt)

Jesus não me pede para morrer por Ele, mas para dar a minha vida por Ele. Pedro disse ao Senhor: “Por Ti darei a minha vida”, e ele dispunha-se a fazê-lo (Jo 13:37, ARC, Pt). Ele tinha um sentido generoso do heróico. Para nós seria mau, se somos incapazes de fazer esta mesma declaração como a que Pedro fez aqui— o nosso entendimento de dever só é plenamente realizado através da nossa compreensão do heroísmo. Alguma vez o Senhor te perguntou: “Darás a tua vida por Mim?” (Jo 13:38). É muito mais fácil morrer, do que dares a tua vida, dia após dia, com a consciência da soberana chamada de Deus. Nós não fomos criados para os momentos de glória da vida, mas, temos de andar à luz deles nos nossos caminhos quotidianos. Houve apenas um momento de glória na vida de Jesus, e que foi no Monte da Transfiguração. Foi aí que Ele se esvaziou da Sua glória pela segunda vez, e depois desceu para Se encontrar com o demónio no vale (ver Marcos 9:1-29). Durante trinta e três anos Jesus deu a Sua vida para fazer a vontade de Seu Pai. “Conhecemos o amor nisto: que Ele deu a Sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos” (1 Jo 3:16, ARC, Pt). Embora fazer isso seja contrário à nossa natureza humana.


Se eu sou um amigo de Jesus, tenho de dar a minha vida por Ele, deliberadamente e cuidadosamente. Isto é uma coisa difícil de fazer, e graças a Deus que o é. A salvação é fácil para nós, porque custou tanto a Deus. Porém, a exibição da salvação na minha vida é difícil. Deus salva uma pessoa, enche-a com o Espírito Santo, e, em seguida, diz, com efeito: “Agora opera com isto na tua vida, e sê fiel a Mim, embora a natureza de tudo ao teu redor te possa fazer infiel.” E Jesus diz-nos: “…. Tenho-vos chamado amigos…” Permanece fiel ao Teu amigo, e lembra-te que a Sua honra está em jogo na tua vida corpórea.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: