… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 19 de junho de 2017

19 de junho

Oswald Chambers
My Utmost for His Highest
19 de junho  UM SERVIÇO DE DEVOÇÃO APAIXONADA

“... Amas-me? ... Apascenta as minhas ovelhas” (Jo 21:16, ARC, Pt)

Jesus não disse para fazeres conversões para o teu modo de pensar, mas Ele disse para cuidares das Suas ovelhas, para que elas fiquem nutridas no conhecimento dEle. Nós consideramos o que fazemos no curso da obra cristã como serviço, no entanto, Jesus Cristo chama serviço ao que somos para Ele, e não ao que fazemos por Ele. O discipulado baseia-se unicamente na devoção a Jesus Cristo, e não em seguir uma crença ou doutrina particular. “Se alguém vier a Mim, e não aborrecer … não pode ser Meu discípulo” (Lc 14:26, ARC, Pt). Neste versículo, não há nenhum argumento e nenhuma pressão da parte de Jesus para segui-Lo; Ele está simplesmente dizendo, com efeito, “Se tu quiseres ser Meu discípulo, terás de ser devotado exclusivamente a Mim.” Uma pessoa tocada pelo Espírito de Deus, de repente diz: “Agora eu vejo quem é Jesus!”— isto é, a fonte da devoção.

Actualmente temos substituído crença doutrinal pela crença pessoal, e é por isso que muitos estão devotados a causas e tão poucos devotados a Jesus Cristo. As pessoas não querem estar devotadas a Jesus, mas apenas à causa que Ele começou. Jesus Cristo é uma fonte de profunda ofensa para a mente educada de hoje que não O quer de alguma outra forma do que como um Camarada. Antes de tudo a obediência de Nosso Senhor era em direcção à vontade de Seu Pai, e não para as necessidades dos homens; a salvação dos homens foi o resultado natural da Sua obediência ao Pai. Se eu estou devotado só à causa da humanidade, em breve estarei exausto e chegarei ao ponto onde o meu amor esmorecerá; mas se eu amo Jesus Cristo pessoalmente e apaixonadamente, eu posso servir a humanidade, ainda que os homens me tratam como um capacho da entrada. O segredo da vida de um discípulo é a devoção a Jesus Cristo, e a característica da vida é a sua modéstia. É como um grão de trigo que cai na terra e morre, mas, dentro em pouco ele brota e altera toda a paisagem (Jo 12:24).

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: