… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 21 de junho de 2017

21 de junho

C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
21 de junho

Pois à mão de uma mulher o SENHOR venderá a Sísera.” (Jz 4:9, ARC, Pt)

Este é sem dúvida um texto incomum, mas pode haver almas no mundo que tenham a suficiente fé para se agarrarem firmemente a ele. Barac, o homem, ainda que chamado à guerra, tinha pouca vontade para o combate a menos que Débora fosse com ele, e assim o SENHOR determinou converter esse combate na guerra de uma mulher. Por este meio Ele censurou o descuido do homem, e ganhou para Si maior renome, e encheu de maior vergonha aos inimigos de Seu povo.

O SENHOR pode usar ainda instrumentos fracos. Por que não haveria de me usar a mim? Ele pode usar pessoas que geralmente não são chamadas para grandes compromissos públicos. Por que não te usaria a ti? A mulher que matou o inimigo de Israel não era nenhuma Amazona, mas era a esposa que estava na sua tenda. Não era um orador, mas uma mulher que ordenhava as vacas e fazia manteiga. Não poderia o SENHOR usar a qualquer de nós para cumprir o Seu propósito? Alguém pode vir à nossa casa hoje, tal como Sísera foi à tenda de Jael. O nosso trabalho não é matá-lo, mas salvá-lo.

Que o recebamos com grande amabilidade, e logo apresentemos a bendita verdade da salvação por meio do SENHOR Jesus, nosso grande Substituto, e logo realcemos o mandamento: “Crê e viverás.” Quem sabe se algum pecador de coração empedernido seja quebrantado hoje pelo Evangelho?



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: