… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 25 de junho de 2017

25 de junho

C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
25 de junho


“E disse-lhe: Na verdade, na verdade vos digo que, daqui em diante, vereis o céu aberto, e os anjos de Deus subirem e descerem sobre o Filho do homem.” (Jo 1:51, ARC, Pt)

Sim, para a nossa fé, esta visão é clara, até mesmo neste dia. Nós vemos o céu aberto. O próprio Jesus abriu esse reino a todos os crentes. Contemplamos o lugar de mistério e glória, porquanto Ele no-lo tem revelado. Entraremos logo nele, porquanto Ele é o caminho.

Agora vemos a explicação da escada de Jacob. Entre a terra e o céu há um comércio santo; a oração sobe e as respostas descem pelo caminho de Jesus, o Mediador. Vemos essa escada quando vemos o nosso SENHOR. NEle, uma escadaria de luz provê agora um caminho livre para o trono do Altíssimo. Usemo-lo, e através dele, remetamos para Deus os mensageiros das nossas orações. Nós próprios viveremos a vida angelical se nós mesmos corrermos para cima até ao céu em intercessão, apoderamo-nos das bênçãos do pacto, e depois descendo novamente para espalhar esses dons entre os filhos dos homens.

Esta visão especial que Jacob só viu num sonho vai se transformar numa realidade brilhante. Neste mesmo dia subiremos e desceremos a escada a cada hora: subindo em comunhão e baixando em trabalho para salvar os nossos semelhantes. Oh! SENHOR Jesus, esta é a Tua promessa; permite-nos ter o gozo de vê-la cumprida.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: