… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 25 de junho de 2017

25 de junho

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon


25 de junho  CRISTO É A CABEÇA

“E ele é a cabeça do corpo da igreja, é o princípio e o primogénito de entre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.” (Cl 1:18, ARC, Pt)

Já que Cristo é a cabeça do Seu corpo, a igreja, só Ele pode decidir as doutrinas desta. Nada deve receber-se como aprovado pela Deidade a menos que venha com o Seu selo. Para o servo fiel de Jesus Cristo não importa que algo lhe chegue com a antiguidade cinzenta das idades para que seja venerável. Como homem sensível, o Cristão respeita a antiguidade, mas como súbdito leal do rei, não se inclina ante a antiguidade para deixar que esta se converta na governadora de Sião em lugar do Cristo vivo. Quiçá uma multidão de homens bons se reúna e quiçá que, no seu juízo, eles proponham um dogma e afirmem que é essencial e indubitável, e quiçá inclusivamente ameacem com muitos perigos àqueles que não recebam o seu veredito, porém se não se autorizou o dogma muito antes de que o decidissem, se não estava escrito no Livro, a decisão do concílio erudito não significa nada. Todos os pais, doutores, eclesiásticos e confessores juntos não podem acrescentar uma palavra à fé que uma vez foi dada aos santos. Sim, atrevo-me a dizer que o consenso unânime de todos os santos no Céu e na Terra não seria suficiente para fazer uma só doutrina que obrigue à consciência a menos que Jesus assim o tenha determinado.



Através da Bíblia num ano: 1Cr 5-8


 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: