… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 28 de junho de 2017

28 de junho

Oswald Chambers
My Utmost for His Highest
28 de junho  PRESO PELO APERTÃO DE DEUS

“Prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.” (Fl 3:12, ARC, Pt)

Nunca decidas ser um obreiro de Deus, porém, se Deus colocou a Sua chamada sobre ti, ai de ti se tu “declinas, quer para a direita quer para a esquerda.” (Dt 5:32). Nós não estamos aqui para trabalhar para Deus, porque nós escolhemos fazê-lo, mas porque Deus “lançou mão de” nós. E uma vez que Ele fez isso, nunca tenhamos este pensamento: “Bem, eu realmente não estou capacitado para isto.” O que tens de pregar também é determinado por Deus, e não pelas tuas próprias inclinações ou desejos naturais. Mantem a tua alma fielmente relacionada com Deus, e lembra-te de que tu não és chamado meramente para transmitires o teu testemunho, mas também para pregares o evangelho. Cada cristão deve dar testemunho da verdade de Deus, porém, quando se trata da chamada para pregar, deve haver o apertão agonizante da mão de Deus sobre ti— a tua vida está nas mãos de Deus para esse único propósito. Quantos de nós fomos agarrados desta maneira?

Nunca diluas a Palavra de Deus, mas prega-a no seu puro rigor. Deve haver inabalável fidelidade à Palavra de Deus, porém, quando fores tratar pessoalmente com o teu semelhante, lembra-te quem és— não és um ser especial, criado no céu, mas um pecador salvo pela graça.

“Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, … Prossigo para o alvo, pelo prémio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fl 3:13-14, ARC, Pt).



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: