… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 29 de junho de 2017

29 de junho

Oswald Chambers
My Utmost for His Highest

29 de junho  A DISCIPLINA MAIS ESTRITA

“Se a tua mão direita te escandalizar, corta-a, e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca, do que seja o teu corpo lançado no inferno.” (Mt 5:30, ARC, Pt)

Jesus não disse que toda a gente deve cortar a sua mão direita, mas que “Se a tua mão direita te escandalizar” na tua caminhada com Ele, então é melhor “cortá-la.” Há muitas coisas que são perfeitamente legítimas, mas se estiveres concentrado em Deus, não podes fazê-las. A tua mão direita é uma das melhores coisas que tu tens, mas Jesus diz que se ela te embaraça de seguir os Seus preceitos, então “corta-a.” O princípio aqui ensinado é a disciplina ou a lição mais estrita que alguma vez atingiu a humanidade.

Quando Deus te muda por meio da regeneração, dando-te nova vida através do renascimento espiritual, inicialmente, a tua nova vida, tem a característica de ser mutilada. Existem cento e uma coisas que não ousas fazer— coisas que seriam pecado para ti, e que seriam reconhecidas como pecado por aqueles que realmente te conhecem. Porém, as pessoas pouco espirituais em torno de ti dirão: “O que há de errado no caso de fazeres isso? Que absurdo tu és!” Até agora nunca existiu um santo que não tivesse vivido, inicialmente, uma vida mutilada. No entanto, é melhor entrar na vida mutilado, mas encantador aos olhos de Deus, do que apareceres bonito aos olhos do homem, mas imperfeito aos olhos de Deus. A princípio, Jesus Cristo, através do Seu Espírito tem de impedir-te de fazeres muitas coisas que podem ser perfeitamente corretas para toda a gente, mas não são corretas para ti. Não obstante, providencia para que não uses as tuas restrições para criticares a qualquer outro.

No princípio, a vida Cristã é uma vida mutilada, mas em Mt 5:48, Jesus deu-nos a imagem de uma vida perfeitamente desenvolvida— “Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: