… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 5 de junho de 2017

5 de junho


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

5 de junho PERMANECER SEMPRE

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.” (Jo 15:4, ARC, Pt)

“Sem mim, nada podeis fazer”, disse nosso Senhor (Jo 15:5) e nós conhecemos a verdade dessa frase ao ver os intentos desacertados que terminaram em fracassos funestos; porém, no futuro, recordemos esta verdade de maneira prática. Nunca comecemos uma obra sem procurar o poder do alto. Amiúde realizamos o serviço cristão como se nos sentíssemos à altura do mesmo; oramos sem pedir a Deus que nos prepare o coração; cantamos –ai irmãos, e como isto acontece a nível mundial– sem suplicar ao Espírito Santo que em absoluto reanime os nossos louvores; e temo que alguns de nós devemos confessar com pesar que em algumas ocasiões pregamos como se a pregação fosse obra nossa e não obra do Espírito Santo que está dentro de nós.

Faz tudo com a fortaleza do Mestre e quão diferente tudo será! Sempre que estejas trabalhando reconhece que a tua fortaleza só provém do Senhor. Nunca permitas que te passe pela mente que como um cristão experiente tens uma habilidade para o trabalho que é particularmente tua, de maneira que podes prescindir das orações pedindo a ajuda divina, algo tão necessário para os jovens. Nunca imagines que porque durante muitos anos realizaste um serviço com aceitação, podes, portanto, fazê-lo agora sem uma ajuda renovada. Esta é a maneira porque o poder de Deus e a vitalidade da piedade resultam tão estranhas nas igrejas. Se não nos sentirmos conscientes dia após dia da debilidade que mora em nós, e, por conseguinte, da necessidade da fortaleza fresca do Altíssimo, logo deixaremos de estar cheios de graça.




A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Fl 1-2


 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: