… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 6 de junho de 2017

6 de junho


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
6 de junho


“O SENHOR já ouviu a minha súplica; o SENHOR aceitará a minha oração.” (Sl 6:9, ARC, Pt)

A experiência aqui registada é a minha experiência. Posso confirmar que Deus é veraz. De formas muito maravilhosas, Ele tem respondido repetidamente às petições do Seu servo. Sim, e Ele está escutando a minha presente súplica, e não está apartando de mim o Seu ouvido. Bendito seja o Seu Santo Nome!

Que mais? Bem, sem dúvida, a promessa que jaz adormecida na confiança do Salmista crente é também minha. Que me aproprie dela por meio da fé. «O SENHOR tem recebido a minha oração!» Ele recebê-la-á e responder-me-á da maneira e no tempo em que melhor convenha à Sua sabedoria misericordiosa. Levo na minha mão, a minha pobre oração ao grande Rei, e Ele concede-me audiência, e, misericordiosamente, recebe a minha petição Os meus inimigos não me escutarão, porém, o SENHOR escutar-me-á. Eles ridicularizam as minhas orações cheias de lágrimas, porém o SENHOR não, antes inclina os Seus ouvidos e o Seu coração às minhas petições.

Que feliz receção esta para um pobre pecador! Nós recebemos Jesus nas nossas vidas, e então o SENHOR recebe-nos a nós e às nossas orações por amor do Seu Filho. Bendito seja esse Nome querido que franqueia as nossas orações, a fim de que elas atravessem livremente as portas de ouro! SENHOR, ensina-me orar, visto que Tu ouves as minhas orações.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: